Pesquisar

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Aumento nas contas de luz de Londrina e em outras cidades do Paraná seram investigados pelo Procon

Copel afirma que leitura do consumo de energia elétrica demorou mais.
Problema também ocorreu em outras cidades do Paraná inclusive em São Jerônimo da Serra.

As contas de luz de moradores de Londrina, e em outras cidades do Norte do Paraná, ficaram mais caras neste mês. Nesta segunda-feira (13), mais de 200 pessoas procuraram o Procon da cidade. A Companhia Paranaense de Energia (Copel) precisou montar três salas de atendimento para tirar as dúvidas dos consumidores.

Segundo a Copel, a leitura do consumo de energia elétrica nas residências demorou mais. Em vez de 28 ou 30 dias, como seria normal, o prazo chegou a 45 dias. Mas ninguém foi avisado dessa mudança e as datas nas faturas estão erradas.
O Procon abriu uma investigação. De acordo com o coordenador do órgão, Carlos Neves Júnior, o consumidor não pode ser prejudicado por estes dias a mais e a investigação deve apontar a necessidade ou não de alguma sanção contra a Copel.
A Companhia prometeu que as faturas que vencem no mês de julho terão valores mais baixos, já que o prazo de leitura do consumo também será menor. Quem precisar poderá pedir parcelamento do valor a mais ou um tempo maior para o pagamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia