Pesquisar

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Curiúva recebe ônibus para transporte exclusivo de pacientes que fazem Hemodiálise

image

Os doentes renais de Curiúva desfrutam de ônibus exclusivo para o transporte de hemodiálise, a conquista é fruto do projeto de humanização de doentes renais crônicos, elaborado pelo departamento municipal de Saúde, e apresentado recentemente à Secretaria de Estado da Saúde durante reunião entre o prefeito Márcio da Aparecida Mainardes e o secretário de Estado Michele Caputo Neto.

Morando em Curiúva há quase dois anos, o aposentado Casemiro Pavelski de 62 anos diz não ter encontrado diferença entre o tratamento que recebia em Curitiba, sua antiga cidade. O paciente faz hemodiálise há cinco anos e afiram estar satisfeito com o benefício para os pacientes. “A única diferença entre a capital e aqui, é que em Curitiba existem mais médicos especialistas. Mas estou bem atendido”, ressalta.
Ao todo 13 pacientes são submetidos ao procedimento, três vezes por semana. O tratamento é realizado em Telêmaco Borba, cidade vizinha que fica a aproximadamente 50 km de distância. Os pacientes, em sua maioria, são idosos e necessitam de acompanhantes, no entanto a lotação do ônibus ficaria comprometida se todos viajassem acompanhados. Para solucionar o problema o secretário Municipal de Saúde, Neilor Jurandy da Costa, estuda designar uma enfermeira para acompanhá-los.
O secretário esclarece que todos os pacientes são buscados em casa, inclusive os que moram em bairros rurais. “O transporte ficou mais cômodo, já que antes usávamos vans”. O Departamento dispõe de outro micro-ônibus, adquirido com recursos próprios do município em abril do ano passado, mas este é destinado a tratamentos realizados em Curitiba.

Segundo o enfermeiro, os municípios interioranos são dependentes dos grandes centros em relação aos atendimentos de média e alta complexidade, devido à carência de médicos especialistas e equipamentos.  “Estamos menos dependentes graças à contratação de médicos residentes no município. Dispomos de profissionais especializados em Ortopedia Clínica, Cardiologia, Obstetrícia e triagem em Pediatria. Progredimos bastante, pois melhoramos o atendimento na atenção básica à saúde, que tem como ênfase a prevenção, proteção e recuperação do indivíduo. Sendo assim, trabalhamos para que os malefícios das doenças não se agravem e, portanto, não necessitem de tratamentos especializados. No entanto, nos casos em que o encaminhamento é necessário, é de suma importância dispor de uma boa frota para o transporte”, destaca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia