Pesquisar

domingo, 29 de julho de 2012

Hoftalon comemora 20 anos e amplia atendimento a pacientes do SUS em Londrina

O Hospital de Olhos de Londrina (Hoftalon) completa 20 anos em 2012 e finaliza algumas obras que vão melhorar ainda mais o atendimentos aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) de toda a região.

A reforma, que demorou dois anos, custou R$ 1,2 milhão e ampliou a sala de espera, apartamentos, ambulatórios e salas de cirurgia. De acordo com o médico Nobuaqui Hasegawa, um dos fundadores do Hoftalon, as obras vão permitir um atendimento mais humanizado aos pacientes que mais precisam.
"Nós somos o hospital que mais opera pelo SUS em Londrina. Em 2011, foram 11 mil cirurgias, sendo oito mil pelo Sistema Único. Todas as nossas consultas eletivas são de pacientes do SUS", afirmou.
O Hospital realiza 12 mil atendimentos mensais e cirurgias de todas as especialidades hoftamológicas, como de retina e cataratas. O Hoftalon conta com 25 médicos diretos e um corpo clínico de 130 profissionais.
O Hospital conta com sete salas de cirurgias equipadas com o que existe de mais moderno na medicina. "As nossas salas de cirurgias são as mais bem equipadas do Brasil. Conseguimos fazer cirurgia de tudo aqui e 95% dos transplantes de córneas da nossa região são feitos no Hoftalon. Atendemos pacientes de mais de 100 municípios e de cidades mais distantes também em casos graves", ressaltou.
Hasegawa ressalta que o Hospital de Olhos é filantrópico e os recursos que sobram são investidos para melhorar o atendimento dos pacientes. O médico faz questão de salientar que é viável sim atender pelo Sistema Único de Saúde.
"Basta o gestor pagar em dia. Nós sabemos que o SUS não paga bem, mas se os recursos forem repassados dentro de um cronograma, respeitando os prazos é possível sim fazer um bom planejamento. No Hoftalon os pacientes do SUS tem o mesmo padrão de atendimento dos que tem plano de saúde particular. Os quartos são iguais, as salas de cirurgias, os procedimentos. Tudo é exatamento idêntico", colocou.
Em Londrina, a prefeitura tem a gestão plena da saúde e por isso é a responsável pelos repasses do SUS. O Hoftalon enfrentou atrasos no encaminhamento dos recursos no ínicio do ano, mas agora a situação está normalizada.
O Hospital dos Olhos de Londrina tem R$ 900 mil para receber do governo federal de cirurgias eletivas de cataratas que o Hoftalon realizou em uma campanha nacional.

O Diario

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia