Pesquisar

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

CURIUVA - Morre mais uma vítima de acidente entre perua e caminhão

Outros cinco passageiros da Kombi morreram no momento da batida

Valdevino Xavier de Melo, 43 anos, foi a sexta vítima a morrer em decorrência de um acidente no final da tarde de quinta-feira (25), no km 206 da PR-090, próximo ao povoado de Barro Preto, entre Curiúva e Ventania. Melo que ficou internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital Bom Jesus de Ponta Grossa, faleceu domingo.
Ele estava em uma Kombi de uma empresa terceirizada que prestava serviço para a Copel e bateu contra um caminhão. Cinco funcionários morreram no momento do acidente. Na batida, outras cinco pessoas ficaram feridas, quatro passageiros da Kombi, entre eles, Melo, e o motorista do caminhão. O passageiro Adir Chem, 43, continua internado no hospital de Telêmaco Borba. O estado de saúde não foi informado.
Sem confirmação, duas das vítimas receberam alta, mas a reportagem não conseguiu as identidades delas. Samuel de Oliveira, 32, Valdinei Vargas da Luz, 24 e Jefferson Luiz Kremer, 24, motorista do caminhão, foram socorridos para hospitais da região.
Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) do posto de Ventania, que atendeu a ocorrência, chovia forte no momento do acidente e havia óleo espalhado pela pista. O motorista do caminhão com placas de Ventania, que estava vazio, perdeu o controle da direção em uma curva fechada e bateu de frente contra a Kombi com placas de Ponta Grossa.
Mortos
O condutor da Kombi, Marcos Luiz Camargo, 37 anos, e os passageiros Edson de Lima Souza, 25; Francisco Pereira de Souza, 49; Domingos Aparecido, 42; e José Luz de Proença, 53, morreram na hora. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) em Ponta Grossa. Todos os mortos eram moradores de Sapopema.
Acidente
Depois de bater na Kombi, o caminhão se chocou contra um barranco e tombou na pista. A PRE interditou o tráfego no trecho por 45 minutos. Em seguida, o fluxo funcionou em meia pista até a remoção do caminhão, na manhã de ontem. Houve congestionamento e lentidão, as equipes de resgate tiveram dificuldades para socorrer os sobreviventes. Alguns parentes das vítimas, assim que ficaram sabendo do acidente, foram até a rodovia.
Luto
O pequeno município de Sapopema, com R$ 6,7 mil habitantes ficou chocado com a tragédia. A prefeita Vera Golono (PT) decretou luto oficial de três dias. O comércio não abriu as portas. Os corpos das cinco vítimas foram velados no Salão Paroquial durante o dia e foram enterrados às 17h30 no Cemitério Municipal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia