Pesquisar

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Médico fala para paciente asmática parar de fumar e é agredido

Caso aconteceu em Campo Mourão, no norte do Paraná.

Um médico foi agredido pelo filho de uma paciente asmática que não gostou quando o profissional lhe disse para parar de fumar com o objetivo de não agravar o problema. O caso aconteceu na noite de segunda-feira (24), em uma unidade de saúde 24 horas, de Campo Mourão, no norte do Paraná.
A confusão começou ainda no consultório do médico. Conforme a prefeitura, o profissional e a paciente chegaram a ter uma breve discussão e ele pediu para que a mulher se retirasse.
Na saída, ela ligou para o filho, que chegou à unidade discutindo com os atendentes. Ainda segundo a prefeitura, ele agrediu fisicamente as enfermeiras e verbalmente o médico. Ele também quebrou algumas portas do prédio.
Com a situação, a Polícia Militar foi acionada para tentar acalmar os ânimos. Após serem levados para a delegacia, o filho acabou preso. Na delegacia, ninguém foi encontrado para comentar a situação dele.
A prefeitura informou ainda que abriu uma sindicância para apurar o que de fato aconteceu naquela noite. O objetivo é avaliar o atendimento que os funcionários estão prestando à população.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia