Pesquisar

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

SAMU - Empresa garante pagamento de funcionários após acordo


A Support Med, empresa responsável pela equipe de trabalho do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do Norte Pioneiro, garantiu ontem que fez o pagamento dos 175 funcionários contratados.
Com salário atrasados desde o dia 5 de outubro, a empresa garantiu que os ordenados foram feitos ontem, após um acordo com o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Norte do Paraná (Cisnopi), administrador do Samu, que chegou a ser acusado não repassar as verbas à empresa contratada para fazer o serviço.

Com sede em Cornélio Procópio, o Samu mantém bases em15 municípios. Na região, as bases de Andirá, Bandeirantes, Ribeirão do Pinhal, Santo Antonio da Platina e Siqueira Campos, Jacarezinho e Ibaiti contavam com funcionários trabalhando sem salário devido à discordância entre a empresa e o Cisnopi. A Support Med alegava que os salários estavam atrasados por falta de repasse de recursos do Cisnopi, que em sua versão defendia que os pagamentos estavam em dia e que a empresa que não fazia o repasse aos médicos, enfermeiros e motoristas.

De acordo com Rodrigo Carlo Sottile, advogado que representa a Support Med, uma reunião na tarde de ontem com a diretoria do Cisnopi resolveu as pendências entre ambas as partes e a folha de pagamento dos funcionários foi regularizada. “Acertamos novamente as arestas e estamos juntos no trabalho de funcionamento do Samu e vamos buscar juntos o apoio dos governos federal e estadual para manter em dia os salários”, disse. Segundo ele, as notas de serviço da empresa foram apresentadas e os recursos já foram repassados pelo consórcio.

A reportagem tentou entrar em contato até o início da noite de ontem com o presidente do Cisnopi Edmar Aparecido Pereira dos Santos, mas não obteve retorno até o fechamento da edição.

Aline Damásio/ Tribuna do Vale

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia