Pesquisar

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Londrinenses fazem ato público em favor dos Guaranis-Kaiowás


A discussão sobre o território destinado aos índios da etnia Guarani-Kaiowá, a segunda maior do Brasil, que acontece no Mato Grosso do Sul e ganhou os noticiários nacionais, chegou a Londrina. A Comissão Universidade para os Índios da Universidade Estadual de Londrina (UEL), universitários, professores e simpatizantes da causa farão duas manifestações em apoio aos guaranis-kaiowás.
Nesta quarta-feira (7), o grupo pretende mobilizar a comunidade da UEL, em um ato público no Restaurante Universitário (RU), às 11h. A partir de painéis, apresentações culturais e depoimentos, pretende-se chamar a atenção para a causa indígena no país, em especial a da etnia Guarani-Kaiowá.
O movimento chega ao Centro de Londrina na sexta-feira (9), com uma concentração na Praça Floriano Peixoto, ao lado da Catedral, a partir das 14h. Nesta data, os integrantes do movimento em favor da causa indígena entregarão um documento ao poder público e farão apresentações culturais, pintura corporal étnica, oficina de chocalhos e passeata.
A intenção dos manifestantes é chamar a atenção para a necessidade da valorização do povo indígena, da demarcação das terras destinadas aos índios e o fim dos conflitos.
Serviço
Dia 06/11 - oficina de confecção de faixas e cartazes, sala de pintura, Departamento de Arte Visual/UEL, das 14h00 às 17h00.
Dia 07/11 - ato na UEL de apoio à luta dos povos Guarani-Kaiowá e a luta dos estudantes indígenas, pátio do Restaurante Universitário, das 11h00 às 14h00.
Dia 09/11 - Manifestação de apoio à Luta dos povos Guarani-Kaiowá contra o genocídio indígena, pela demarcação das terras e pelo fim dos conflitos. Na Praça Floriano Peixoto (Praça da Bandeira, ao lado da Catedral). Das 14h00 às 18h00

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia