Pesquisar

sábado, 1 de dezembro de 2012

Grávida de gêmeos morre vítima de acidente com ônibus da saúde

Sandra Lopes Alves, 18 anos, perdeu os fetos com a batida e morreu após procedimento de curetagem

A dona de casa Sandra Lopes Alves, 18 anos, passageira do ônibus do Departamento de Saúde de Wenceslau Braz, que sofreu um acidente na manhã de quarta-feira na BR-153, entre Santo Antônio da Platina e Jacarezinho, morreu na noite de anteontem, internada no Hospital São Sebastião, em Wenceslau Braz. Ela estava grávida havia cinco meses de gêmeos e não resistiu aos ferimentos.
De acordo com outros passageiros, Sandra seguia para Jacarezinho para fazer um exame de ultrassonografia no Cisnorpi, porém no momento em que o ônibus bateu na traseira do caminhão tanque, o cinto de segurança comprimiu seu abdome, o que provocou a perda dos bebês, que só foi notada em Wenceslau Braz, depois de ela ter passado pelo exame em Jacarezinho.
No final da tarde de ontem, após um processo de curetagem (remoção dos fetos), o estado de saúde de Sandra piorou e ela morreu às 19h50, vítima de uma parada cardíaca. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico-Legal (IML) em Jacarezinho para a realização de exames de necropsia que apontarão a causa das mortes.
O escrivão da 36ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Wenceslau Braz, Antônio Stadnik, registrou um boletim de ocorrência que será encaminhado para a 38ª DRP de Santo Antônio da Platina, onde o inquérito para apurar as causas do acidente deve ser instaurado. Stadnik cogitou também a hipótese de se investigar uma possível negligência médica em Jacarezinho. “É um caso complexo que envolve três municípios”, explica.
Outro ponto chave nas investigações é a verificação das condições do ônibus que transportava pacientes. Relatos de usuários apontam péssimo estado de conservação do veículo que, por várias vezes, quebrou nas estradas, deixando pacientes ao relento. Uma perícia minuciosa pode apontar se problemas mecânicos, como falta de freios, por exemplo, contribuíram para provocar o acidente.
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apontou falha do motorista do ônibus, João Batista dos Santos, 61 anos, que não respeitou a distância mínima para o veículo da frente, porém um terceiro motorista de um caminhão que seguia em frente do caminhão tanque também está sendo investigado. Ele estaria com excesso de peso e teria feito freado bruscamente.
O corpo de Sandra, que era moradora da Vila União, foi velado na Capela Mortuária e deve ser enterrado na manhã de hoje no Cemitério Municipal de Wenceslau Braz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia