Pesquisar

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Auxiliar de cozinha é presa ao dar 'corretivo' na filha

Uma auxiliar de cozinha de 52 anos foi presa em flagrante na noite de terça-feira (2), na Zona 6, em Maringá, após ser denunciada à polícia pela filha de 15 anos por lesão corporal. A garota acusa a mãe de ter "deixado um 'vergão' vermelho em sua perna ao batê-la com uma faca".
Na delegacia, a mulher confirmou que discutiu com a adolescente por ela ter saído de casa, sem avisar, por volta das 16h40 e retornado cinco horas depois sem dar nenhuma explicação sobre o seu paradeiro. Segundo ela, os ânimos ficaram ainda mais exaltados quando questionou a garota sobre quem seriam seus amigos.
Durante o bate-boca, a mãe disse que bateu em uma das pernas da menina com a lateral da faca que segurava na mão. "Não tive a intenção de ferí-la ou cortá-la", assegurou a auxiliar de cozinha, revelando sua preocupação com o comportamento da filha, que não estuda e nem trabalha. "Só disse que queria conhecer os amigos dela e que ela tinha que respeitar pai e mãe", desabafou.
Mesmo ao ver a mãe sendo levada para a delegacia, a adolescente insistiu na representação alegando que a agressão deixou um 'vergão' vermelho em sua perna. Ela também disse ter sido agredida verbalmente.
No início da noite desta quarta-feira (3), a auxilar de cozinha permanecia presa no minipresídio da 9ª SDP. A mulher que recebe R$ 900,00 por mês teve a fiança estipulada em R$ 678,00. Ela divide a cela com acusadas de tráfico de drogas, roubos, furtos e até homicídios.
O Diario

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia