Pesquisar

domingo, 28 de julho de 2013

Garoto de 13 anos golpeia adolescente com facão de cortar cana

Luiz Guilherme Bannwart
A cobrança de uma suposta dívida de drogas por pouco não terminou em tragédia na noite deste sábado, 27, no bairro Aparecidinho 2, em Santo Antônio da Platina. Um adolescente de 15 anos de idade ficou gravemente ferido depois de ser golpeado por outro menor, de 13 anos, com um facão de cortar cana. A agressão aconteceu perto das 19 horas, na rua 1004.
De acordo com o pai do adolescente golpeado, o mecânico Marcos Roberto, ele e o filho teriam ido até a casa do avô do agressor para tirar satisfações depois de serem ameaçados pelo garoto. Segundo o mecânico, o menor cobrava R$ 160,00 de uma suposta dívida de drogas do seu enteado, mas como não conseguiu receber o menor fez uma série de ameaças, inclusive de quebrar e incendiar a casa da família.
Em seguida pai e filho foram até a residência do avô do garoto para conversar e foram agredidos verbalmente pelo menor, que em seguida, segundo o mecânico, pegou um facão de cortar cana e desferiu dois golpes em seu filho (um em cada braço) que provocaram ferimentos graves. A vítima, mesmo perdendo muito sangue ainda conseguiu correr, mas caiu há poucos metros do local. Para evitar que filho fosse morto o mecânico tacou uma pedra que atingiu a cabeça do garoto, que mesmo ferido ainda conseguiu fugir.
A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada em estado grave ao Pronto Socorro Municipal, para onde o agressor também foi levado por parentes devido aos ferimentos. De acordo com o soldado Jhony Albano, dos bombeiros, os golpes causaram lesões graves no adolescente. “Ele perdeu muito sangue e já estava entrando em hipotermia por cauda do frio. Os golpes foram aplicados com muita violência”, revelou o bombeiro.
À polícia, o agressor afirmou a cobrança da dívida, mas negou o início da confusão. Segundo ele, pai e filho chegaram na casa de seu avô lhe agredindo com socos e pontapés e o adolescente ainda teria sacado uma faca para lhe matar, momento em que para se defender ele pegou o facão e desferiu os golpes contra o adolescente.
A vítima passou por uma série de exames e até a noite de sábado aguardava a avaliação médica para saber sobre a gravidade das lesões. O agressor recebeu atendimento médico e em seguida foi encaminhado para a 38ª Delegacia Regional de Polícia.
Tanosite

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia