Pesquisar

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Para ter acesso aos brasileiros é preciso entrar pelo coração, diz papa

O papa Francisco disse, no primeiro discurso após desembarcar no Brasil nesta segunda-feira, que aprendeu que para chegar aos brasileiros é preciso entrar pelo portal do seu "imenso coração", e pediu para "bater delicadamente a esta porta".
"Peço licença para entrar e transcorrer esta semana com vocês. Não tenho ouro nem prata, mas trago o que de mais precioso me foi dado: Jesus Cristo", disse o pontífice em cerimônia no Palácio Guanabara, com a presença da presidente Dilma Rousseff, horas depois de desembarcar no Rio de Janeiro.
O papa argentino, eleito em março e em sua primeira viagem para fora da Itália no cargo, afirmou que "quis Deus na sua amorosa providência" que a primeira viagem internacional do seu pontificado fosse à "amada América Latina".
Francisco desembarcou no Rio pouco antes das 16h e foi recebido por uma multidão nas ruas da cidade no trajeto da Base Aérea do Galeão ao centro. O carro que o levou foi cercado diversas vezes por pessoas que queriam cumprimentá-lo e vê-lo de perto, deixando o pontífice exposto e os seguranças em desespero.
O papa, que viajou ao Brasil para presidir as celebrações da Jornada Mundial da Juventude esta semana, chega a um país menos católico e marcado por manifestações populares que reivindicam melhor qualidade nos serviços públicos e o fim da corrupção.
O pontífice pediu, em seu discurso, se possível, a necessária empatia para estabelecer "um diálogo de amigos".
"Nesta hora, os braços do papa se alargam para abraçar a inteira nação brasileira, na sua complexa riqueza humana, cultural e religiosa", disse.
Ao menos 1 milhão de visitantes são esperados no Rio para a jornada, evento que acontece a cada dois anos e reúne jovens católicos do mundo inteiro, com a presença do papa.
"O motivo principal da minha presença no Brasil, como é sabido, transcende as suas fronteiras. Vim para a Jornada Mundial da Juventude. Vim para encontrar os jovens que vieram de todo o mundo, atraídos pelos braços abertos do Cristo Redentor", afirmou.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia