Pesquisar

segunda-feira, 1 de julho de 2013

SUS dará vacina de R$ 1.000 contra HPV a meninas de 10 e 11 anos

O Ministério da Saúde anunciou nesta segunda-feira (1º) que meninas entre 10 e 11 anos de idade poderão receber gratuitamente a vacina quadrivalente contra o HPV (papilomavírus humano) pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Atualmente, as três doses são vendidas na rede privada por cerca de R$ 1.000.
O HPV é um vírus sexualmente transmissível e o principal causador do câncer de colo do útero e, em menor medida, de garganta.
De acordo com secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa, a vacinação acontecerá nos postos de saúde e nas escolas públicas. Segundo Barbosa, o câncer de colo de útero é causa de 6.600 internações por ano no País.
— A intenção é proteger as meninas para o futuro. Fazendo isso [vacinar nesta faixa etária] protegeremos também as meninas de 12 a 16 anos de idade. Os pais e responsáveis precisam autorizar a vacinação.
O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, disse que a faixa etária entre 10 e 11 anos foi escolhida, pois a vacina tem "melhor efeito antes de se iniciar a atividade sexual". 
A vacina estará disponível no início do ano letivo de 2014 e serão aplicadas 12 milhões de doses. A intenção do Governo Federal é vacinar 80% público-alvo.
— A estimativa é que 685 mil são infectadas pelo HPV a cada ano no Brasil. Ela infecta mesmo quem não tenha tido relação sexual. O namoro pode transmitir o HPV. O câncer de colo de útero é o segundo tipo de câncer mais frequente e a quarta causa de morte no Brasil.
Custo e produção
De acordo com o secretário do Ministério de Ciência e Tecnologia, Carlos Gadelha, 98% das vacinas oferecidas serão produzidas no Brasil pelo PNI (Programa Nacional de Imunização).
— A economia estimada na compra da vacina durante o período de transferência de tecnologia é de 154 milhões.
Campanha
Para reforçar a importância da vacinação, Padilha afirmou que irá fazer uma grande campanha de conscientização em todo o País no inicio do próximo ano.
— Queremos envolver também as escolas particulares, não só as públicas.
HPV

Segundo o Instituto Pasteur, centro francês de pesquisas sobre saúde, existem mais de 150 tipos de papilomavírus, dos quais cerca de 20 podem estar na origem "de anomalias celulares, lesões pré-cancerosas e cânceres", principalmente do colo do útero. Nos outros casos, trata-se de um vírus benigno que, geralmente, desaparece sozinho. Pode provocar verrugas (ou condilomas) nos órgãos genitais masculinos e femininos.

Nos últimos anos, vacinas destinadas a meninas, de 10 a 25 anos, foram lançadas no mercado. A prevenção se baseia também na detecção das lesões pré-cancerosas por meio da realização regular do exame papanicolau, que se tornou popular e causou uma redução da mortalidade vinculada ao câncer.

R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia