Pesquisar

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Campanha alerta para as principais causas de morte dos homens

O Governo do Estado lançou nesta quinta-feira (01), em Curitiba, a campanha "Agosto Azul: Não Pare o Curso da Vida", que promoverá diversas ações educativas para lembrar o mês da Saúde do Homem no Paraná. Tendo a prevenção da violência como tema central, a campanha destaca as principais causas de morte dos homens com idade entre 20 e 59 anos.
Com a presença do vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns, o lançamento oficial reuniu mais de 300 pessoas no Centro de Curitiba. "Este é apenas o início de uma grande campanha que mobilizará todo o Estado. Queremos despertar no homem paranaense uma cultura de prevenção e promoção da saúde, quebrando tabus e tornando o cuidado com a saúde uma rotina", afirmou o vice-governador.
O Agosto Azul foi instituído no Paraná pela lei estadual 17.099, de 28 de março de 2012. O objetivo é motivar uma mudança de hábitos na população masculina, que geralmente só lembra de cuidar da saúde quando já está com sintomas graves de alguma doença.
Essa dificuldade do diagnóstico precoce de doenças nos homens é um dos motivos para que a expectativa de vida do sexo masculino seja pelo menos sete anos inferior à das mulheres.
Para o jogador de vôlei e medalhista olímpico Giba, que também prestigiou o evento, o esporte é um importante aliado na prevenção da violência e também ensina as pessoas a cuidarem da saúde. "Não podemos ter medo de ir ao médico. É sempre melhor investir na prevenção do que ter problemas maiores mais tarde", afirma.
VIOLÊNCIA - De acordo com números da Secretaria estadual da Saúde, cerca de 90% das mortes por agressões em adultos são do sexo masculino. O dado revela que os homens estão morrendo cada vez mais por causas externas, sobretudo violência interpessoal.
Para o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, a solução é difundir a cultura da paz, promovendo o diálogo e o respeito entre as pessoas. "Estamos perdendo gerações inteiras para a violência. Isto tem que mudar e por isso estamos integrando a Saúde, a Educação, a Segurança e outros atores da sociedade em torno desta importante causa", explica.
Os acidentes de trânsito também influenciam na mortalidade precoce dos homens. Geralmente, eles estão ligados à imprudência dos condutores e à combinação de álcool e direção. Para conscientizar a população sobre o tema, o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar realizou uma blitz educativa no Centro de Curitiba. Ações como esta serão promovidas em outras cidades ao longo do mês.
Ainda na Boca Maldita, local em que foi lançada a campanha, o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR) ofereceu serviços rápidos à população, como mudança de endereço, consulta de pontuação, abertura de processos, segunda via da Carteira Nacional de Habilitação, segunda via do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) e Permissão Internacional para Dirigir.
PROGRAMAÇÃO - A campanha já tem ações marcadas para todo o mês e conta com a participação de diversas entidades do poder público e da sociedade civil organizada. Em diversos municípios serão realizadas blitzes educativas, caminhadas, seminários, debates, oficinas e palestras em empresas. A programação completa está disponível no site www.saude.pr.gov.br.
Para receber orientações sobre como promover ações em sua empresa ou enviar fotos de atividades em seu município, basta entrar em contato pelo email agostoazulparana@gmail.com. As fotos podem ser publicadas na página do facebook da Secretaria da Saúde do Paraná.
O Diario

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia