Pesquisar

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Ex-prefeito do PR deixou de recolher INSS de servidores

O Tribuna de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) emitiu parecer pela irregularidade das contas da Prefeitura Municipal de Figueira relativas ao exercício financeiro de 2007. Geraldo Garcia Molina (gestão 2005-2008) responde pela falta do repasse ou retenção indevida de R$ 28.312,92, devidos ao Regime Próprio de Previdência local e ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). 

O balanço anual do Município também padece de divergências entre saldos bancários. A diferença entre o informado ao Tribunal de Contas em quatro contas (R$ 3.985,22) e o constatado nos extratos (R$ 23.165,05) chega a R$ 19.179,83. Geraldo Molina deve recolher ao Tribunal de Contas R$ 1.382,26, duas vezes o valor de multas administrativas que recebeu por ter as contas desaprovadas e entregues em atraso ao TCE.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia