Pesquisar

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Hospital superlotado usa camas do necrotério para atender pacientes

A superlotação do Hospital Universitário de Cascavel, no oeste do Paraná, fez com que os pacientes que estavam nos corredores do Pronto Socorro ficassem em macas usadas no necrotério da unidade de saúde. Por conta do grande número de atendimentos, as macas da emergência não foram suficientes.
Uma enfermeira que trabalha no hospital e que não quis se identificar disse que a superlotação é frequente entre sexta e domingo. “Nossa, não tinha mais macas, as ambulâncias que vinham de fora, Samu, Siate, estavam deixando as macas aqui para atender os pacientes. Bem complicado trabalhar final de semana. O número de pacientes é enorme e o número de funcionários, normalmente, sempre é reduzido no final de semana”, afirma.
A direção do HU admite que a unidade tem recebido mais pacientes do que tem capacidade para atender.  “O HU é o único hospital de referência para 2 milhões de pessoas. Quer dizer, efetivamente, em determinados momentos, vai haver o caos”, disse o diretor do hospital Jorge Tranin.
Atualmente, o pronto socorro do HU tem 25 leitos para internamento e cinco para Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O número, de acordo com a direção, é insuficiente diante da demanda. “São sinais de alerta de que o caos está próximo e precisamos mudar isso o mais rápido possível. Nós precisamos que se evite doenças ou, então, que se coloque mais leitos à disposição da população. É simples”, assegura o diretor.Por causa desse grande número de pacientes, a qualidade do atendimento fica comprometida. Neste fim de semana, por exemplo, cada enfermeiro e técnico de enfermagem estava cuidando de 12 pessoas por vez. Isso representa odobro do considerado normal.
G1 Pr

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia