Pesquisar

domingo, 4 de agosto de 2013

Idosa é acusada de abusar sexualmente da neta de 8 anos em Sarandi

Uma idosa de 60 anos foi denunciada à Polícia Civil de Sarandi, região metropolitana de Maringá, pelo estupro da própria neta de apenas oito anos. O caso chegou até o conhecimento da polícia após uma denúncia anônima feita ao Conselho Tutelar da cidade.
"Recebemos a informação que uma criança estaria sendo vítima de abuso sexual e, incluive, estaria com os órgãos genitais machucados por conta do estupro. Fomos até a escola onde a menina estuda e, numa conversa com a vítima, ela relatou ter sido abusada pela avó materna", relatou a conselheira Ilda Bernardino.
Depois de ouvir o relato da menina, a conselheira procurou a mãe da vítima, que mora no Jardim Panorama. "Na conversa que tivemos, a mãe confirmou os abusos sofridos pela filha e disse que não denunciou a avó da garota por medo de perder a guarda da filha, já que elas moram em casas vizinhas, inclusive no mesmo quintal. Ela disse ainda que pretendia mudar de endereço para afastar a menina da avó achando que isso seria suficiente para impedir os abusos", relata Ilda.
Ainda de acordo com a conselheira, os abusos já ocorrem há algum tempo e, princípio, a avó costumava usar as mãos para acariciar as partes íntimas da neta. Na semana passada, no entanto, ela teria utilizado uma ferramenta provocando graves lesões nos órgãos genitais da criança.
Na Delegacia de Sarandi, a mãe voltou atrás e negou que a filha tenha sofrido abusos. A avó da garota, suspeita da agressão, também foi ouvida e negou que tenha abusado da neta. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso e agora aguardo o laudo do exame de corpo delito ao qual a menina foi submetida no Instituto Médico Legal (IML) de Maringá.
A conselheira informou ainda que a vítima foi encaminhada para um abrigo da cidade.
O Diario

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia