Pesquisar

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Justiça afasta secretário e filho de prefeitura no Paraná

A Justiça da Comarca de Ubiratã determinou o afastamento do secretário municipal de Administração, Neri Wanderland e de seu filho e servidor público municipal, Vitor Mayer Wanderland, por ato de improbidade administrativa. 

Os dois já haviam sido condenados na esfera penal pelo crime de fraude de licitações, mas continuavam exercendo cargos públicos. Segundo a decisão judicial, o secretário trabalhava na mesma pasta que motivou a sua condenação, uma vez que "ele é responsável pelo setor administrativo que gere os certames públicos licitatórios na esfera municipal". Segundo a decisão, foram infringidos os princípios da moralidade, impessoalidade e probidade administrativa. 

Para o juiz Rogério Tragibo de Campos, a manutenção do secretário municipal e de seu filho em cargos públicos pode trazer prejuízos à apuração dos fatos, já que as duas testemunhas do caso são servidoras subordinadas à Secretaria. O afastamento do filho também foi imposto para "evitar que traduza a voz do pai junto aos servidores arrolados como testemunha".

Redação Bonde com MP/PR

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia