Pesquisar

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Produtores de café devem se preparar para nova geada

O Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) e o Instituto Simepar, vinculados ao Governo do Estado, informam que há previsão de geadas em toda a região cafeeira na madrugada de quinta-feira (15). Viveiros devem ser protegidos com cobertura (vegetal ou plástico) ou com uso de aquecimento.
Produtores devem providenciar o "chegamento" no tronco dos cafeeiros com idade entre seis e 24 meses, que consiste em protegê-lo com pequenos montes de terra. Essa proteção deve ser mantida até meados de setembro e, depois, retirada com as mãos.
Nas lavouras com até seis meses de campo, recomenda-se aos cafeicultores aguardar novo aviso, que será expedido nesta quarta-feira (14), com informações atualizadas sobre o avanço da massa de ar frio, para então decidir sobre a necessidade de enterrar as mudas.
Mais informações sobre o "Alerta Geada" e técnicas de proteção de cafeeiros podem ser obtidas no site do Iapar ou pelo disque-geada (43) 3391-4500.
PERDAS - O resultado da cultura do café para este ano não deve ser alterado e, até então, está mantida a previsão de produção de 1,7 milhão de sacas, sendo que metade desse volume já foi colhida.
Levantamento preliminar do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento, estima perdas de até 51% na produção de café do ano que vem, em função das geadas que já atingiram as plantas em, praticamente, todos os municípios que cultivam café no Estado.
Cerca de 80% dos 82.300 hectares ocupados com café no Estado foram atingidos pelas geadas no mês passado. As regiões mais atingidas localizam-se entre Apucarana, Ivaiporã, Londrina e Maringá. No Norte Pioneiro e Noroeste também geou, mas em menor intensidade.
AEN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia