Pesquisar

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Confusão com seguranças de Richa termina com homem baleado

Uma confusão na madrugada desta segunda-feira (28) em Foz do Iguaçu envolveu quatro policiais da Casa Militar do Paraná, responsáveis pela segurança do governador Beto Richa. Eles estavam em um táxi voltando de um bar quando houve a situação. 

De acordo com a Polícia Militar, a ocorrência teve origem a partir de uma discussão de trânsito entre dois homens em um Honda Fit e os ocupantes do táxi. O passageiro do primeiro veículo teria sacado uma arma de fogo e ameaçado os policiais. Os militares então reagiram e deram voz de abordagem. 

Conforme a PM de Foz, os ocupantes do Honda fugiram e efetuaram um disparo contra os policiais. Ao arrancar, o motorista perdeu o controle e bateu o carro contra um muro. Os responsáveis pela segurança do governador novamente tentaram fazer a abordagem. 

O passageiro do veículo, que é quem estaria com a arma, conseguiu fugir. Já o motorista apresentava um ferimento por arma de fogo na cabeça. 

Rodolfo Delmont Goulart foi atendido e encaminhado ao Pronto Socorro do Hospital Municipal. Ele segue internado sob escolta policial. 

Os quatro policiais da Casa Militar prestaram depoimento durante a manhã na 6ª Subdivisão Policial. A PM vai abrir um Inquérito Policial Militar para tentar apurar toda situação. As armas dos militares foram apreendidas e passarão por perícia. 

A PM não esclareceu de onde partiu o tiro que atingiu Rodolfo. Os policiais querem saber se o disparo foi acidental, durante o acidente, ou se foi na abordagem. 

Os responsáveis pela segurança de Richa estavam em Foz por conta da visita do governador à cidade no último sábado (26).

Lucas Emanuel Andrade - Redação Bonde

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia