Pesquisar

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Corinthians decide não renovar contrato com técnico Tite


O Corinthians não vai renovar o contrato de Tite, que acaba agora em dezembro. A decisão de trocar de técnico após o Campeonato Brasileiro já foi tomada pela diretoria do clube. Depois de três anos e cinco títulos conquistados, dois deles os mais importantes da história corintiana (Libertadores e Mundial), o treinador deixará o cargo após a partida contra o Náutico, a última da temporada, no dia 8 de dezembro.

Embora não admita a decisão oficialmente, Tite já foi comunicado de que não ficará no cargo. Após o treino desta quinta-feira, ele recusou-se a comentar a notícia. "Não posso falar nada por questão de hierarquia, mas estou tranquilo comigo mesmo", resumiu o treinador, com cara um tanto abatida. 

Nesta sexta-feira, às 10 horas, Tite atenderá aos jornalistas no CT¨do Parque Ecológico. Aí, sim, já liberado para oficializar sua saída de cena. Seu destino deverá ser o exterior - mesmo porque, avisou recentemente que não teria como assumir outro clube brasileiro após deixar o Corinthians, tamanha a intensidade do trabalho que realizou nos últimos três anos.

Tanto Tite quanto a direção do Corinthians entendem que o ciclo do treinador no Parque São Jorge chegou ao fim. A comissão técnica já sabia dessa posição há alguns dias, mesmo embora todos as conversas tenham sido de forma extra oficial. 

O presidente Mário Gobbi nunca escondeu seu desejo de ver o amigo e técnico Mano Menezes novamente no Corinthians. Desde que deixou o Flamengo, no final de setembro, ele é sondado a voltar ao Parque São Jorge. Havia, no entanto, a necessidade de encontrar uma maneira elegante para tirar Tite, que tanto fez pelo clube.

A campanha do time no Brasileirão ajudou Gobbi a fortalecer suas convicções de que o trabalho de Tite chegou ao fim da linha. O Corinthians reconhece tudo o que o técnico fez pelo clube, mas também entende que é hora de renovar.

Mano Menezes só se manifestará quando o posto estiver vago. Mas sabe que é o único nome com que a diretoria corintiana trabalha. Gobbi esperou o Corinthians afastar completamente o risco de rebaixamento para, então, fazer as reformas necessárias. 

O presidente começou informando Tite de que ele não ficará. Quando oficializar Mano Menezes, o mesmo que conduziu o time de volta à Série A em 2008, também entregará ao novo chefe a decisão de reformular o elenco. Gobbi acha necessário que o grupo de jogadores sofra alterações consideráveis para 2014.

AE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia