Pesquisar

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Os 4 maiores erros que cometemos quando nos abandonamos

* Por Margareth Signorelli
Em vários momentos difíceis da nossa vida, em que precisamos de apoio e equilíbrio, acabamos abandonando a única pessoa que nos acompanhará a vida toda, independentemente de qualquer circunstância. Abandonamos a nós mesmos. Mas como isso é possível? Veja a seguir 4 situações:
1- Negando ou ignorando nossos sentimentos
Normalmente, quando estamos fragilizados, tentamos passar por cima dos nossos sentimentos.  Por vários motivos externos tentamos esquecer ou fingir que eles não existem. Devemos estar presentes e aceitar nossos sentimentos. Senti-los, entendê-los e legitimá-los.
2- Julgando-nos
Acabamos repetindo críticas que nos foram feitas na infância quando fazíamos algo errado: “Você não fez a coisa certa”; “Você tomou a atitude errada”. Estas críticas foram incorporadas por nós mesmos, se tornaram nossa realidade e viraram crenças limitadoras. Todas as vezes que nos julgamos com crítica, estamos nos rejeitando. 
3- Fuga
Muitos buscam em outras fontes evitar encarar seus sentimentos de tristeza, desapontamento e angústia. Vão de encontro à comida, medicamentos, bebidas, entre outros, na tentativa de esquecer o que não querem encarar.
4- Vitimização
Acontece quando culpamos os outros pelos resultados dos acontecimentos da nossa vida. Transferimos a responsabilidade dos nossos atos a qualquer outra pessoa do presente ou passado, menos a nós mesmos.
Situações difíceis são inevitáveis, então, devemos saber que, em primeiro lugar, temos que contar com nós mesmos para resolvê-las e depois buscar ajuda se for necessário.
Contar conosco significa: Encarar o que sentimos, sem nos julgar. Enfrentar o que tiver que acontecer e nos responsabilizar pela nossa parte.
Com isso, os resultados dos grandes problemas mudarão, pois você não estará virando as costas para si próprio, mas sim, se respeitando e podendo contar com a pessoa mais confiável que conhece: Você!
Margareth Signorelli é Coach de Relacionamento e Terapeuta EFT (www.conexaocoach.com.br).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia