Pesquisar

sexta-feira, 4 de abril de 2014

São Jerônimo da Serra recebe caminhão do PAC2

Com 2,7 mil quilômetros de estradas vicinais, o município de São Jerônimo da Serra, no Paraná, concentra mais da metade de sua população no meio rural, conforme assegura o prefeito, Adir dos Santos Leite. Com produção agrícola familiar diversificada e presente na economia local, São Jerônimo da Serra será um dos 80 municípios do estado que receberá, nesta sexta-feira (4), equipamentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), do governo federal. A solenidade de doação será conduzida pelo ministro do Desenvolvimento Agrário (MDA), Miguel Rossetto.
O evento será iniciado às 15h, na Sociedade Rural de Maringá, município localizado a aproximadamente 430 quilômetros da capital, Curitiba. A distribuição dos maquinários incluirá o repasse de 50 motoniveladoras e 30 caminhões-caçamba, para municípios com até 50 mil habitantes. A aquisição dos equipamentos foi garantida pelo MDA, que investiu mais de R$ 28 milhões na ação.
Os equipamentos serão administrados pelas próprias prefeituras, para conservar e abrir novas estradas rurais e, assim, impulsionar a comercialização dos produtos agrícolas. A manutenção estrutural deve atender cerca de 145 mil moradores do campo, entre eles, 37 mil famílias de agricultores.
“Temos uma frota muito precária e que não atende as necessidades do campo. E, quando você prepara uma estrada, por exemplo, você melhora a condição de vida da população em vários aspectos, na saúde, na educação, no escoamento da produção. Não tenho dúvidas que o caminhão-caçamba vai nos ajudar nesse processo”, relata o prefeito Adir dos Santos Leite. São Jerônimo da Serra está situado a menos de 340 quilômetros de Curitiba.
Na avaliação do delegado federal do MDA no Paraná, Reni Antônio Denardi, o repasse gratuito dos equipamentos é fundamental para o desenvolvimento do campo. “Para a maioria desses municípios, essa é a única oportunidade de obter equipamentos desse tipo, que são indispensáveis para a recuperação e manutenção das estradas vicinais”, informa o delegado federal do MDA no Paraná, Reni Antônio Denardi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia