Pesquisar

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Moradora é multada em R$ 4,5 mil por focos de dengue em residência

Uma moradora do Parque das Laranjeiras foi multada em R$ 4,5 mil pela prefeitura de Maringá por falta de conservação em um imóvel onde foram encontrados criadouros do mosquito da dengue. 

No local, foram encontrados dezenas de garrafões, vasilhames, vasos sanitários e baldes velhos acumulando água a céu aberto. Dez focos de larvas do mosquito foram localizados. 

Desde segunda-feira, foram mais de 100 autos de infração emitidos contra moradores e proprietários pela falta de conservação dos imóveis. "É dever de todo cidadão limpar e zelar pelo seu imóvel, garantindo a saúde de sua família e de toda comunidade", alerta o gerente da Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde, Silvio Torrecilha. 

A operação continua na próxima semana, com vistorias em residências. Nos locais onde for localizado foco do mosquito, o morador pode ser penalizado com multas que chegam até R$ 17.140,00. 

Torrecilha reforça que mesmo em imóveis vistoriados na ação conjunta realizada pelas secretarias e voluntários em janeiro, foram encontrados larvas do mosquito da dengue. "Os Agentes Ambientais orientam os moradores a manter as residências livres de água parada, e quando isso não acontecer será aplicada a multa", alerta. 

A orientação é para que o morador que tiver entulhos e lixo em quintais, onde existe risco de água parada e proliferação do mosquito, faça a limpeza ou contrate uma caçamba para a melhor destinação dos resíduos. 

Maringá conta com 1.716 casos de dengue confirmados até esta sexta-feira (11).

Redação Bonde com Prefeitura de Maringá

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário sobre essa notícia