Pesquisar

sábado, 29 de setembro de 2018

Filho de Cacique foi esfaqueado na Reserva Indígena Barão de Antonina em São Jerônimo da Serra

Na noite desta sexta-feira, durante um baile na Reserva Indígena Barão de Antonina, dois indígenas começaram a brigar entre eles e diante disso, o filho do Cacique, de nome Wagner de Almeida, foi intervir para separar a briga, mas um dos envolvidos, de nome Elói Sadrak, se voltou contra Wagner e lhe desferiu golpes de faca, ocasionando lesões graves. 

O senhor Eloi Sadrak também sofreu ferimentos na cabeça e foi encaminhado para o Hospital Municipal de São Jerônimo da Serra, já Wagner teve que ser transferido para a Santa Casa de Cornélio Procópio devido à gravidade das lesões. 

Informações: Gazeta SJS

Mais um jovem é assassinado em São Jerônimo da Serra


Ocorreu mais um homicídio na madrugada deste sábado por volta das 01h30min, no bairro água do engenho velho, segundo informações do senhor João Maria Barbosa, ele possui uma casa naquele bairro, onde estavam morando três rapazes que trabalhavam no corte de árvores, contratados pelo proprietário de nome Fábio.
Ele contou que durante a noite, os três elementos chegaram na casa bêbados, depois disso o senhor João Maria Barbosa foi dormir, enquanto os outros dois permaneceram conversando, quando um deles, de nome Alan Souza da Silva de 21 anos foi dormir, o outro elemento, conhecido por Marciano, vulgo "Javali", pegou uma machado e desferiu três golpes contra Alan, o primeiro golpe foi desferido nas costas, próximo ao pescoço e os outros dois golpes no pescoço, fazendo com que a cabeça colasse no corpo apenas pelas cartilagens.
Após o crime, Marciano fugiu do local, tomando rumo ignorado, que ainda, segundo o senhor João Maria Barbosa, marciano não quis matá-lo, e que só constatou o crime ao acordar por volta das 07:00 horas.
Os policiais foram acionados e compareceram ao local, tendo liberado o corpo ao IML de Londrina.


Informações: Gazeta SJS

quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Pesquisa Ibope para o Senado no Paraná: Requião, 39%; Richa, 17%, Arns, 16%; Oriovisto, 15%; Canziani, 14%


Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (27) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para o Senado no Paraná:

·         Roberto Requião (MDB): 39%
·         Beto Richa (PSDB): 17%
·         Flavio Arns (Rede): 16%
·         Oriovisto Guimarães (Podemos): 15%
·         Alex Canziani (PTB): 14%
·         Mirian Gonçalves (PT): 7%
·         Nelton (PDT): 3%
·         Jacque Parmigiani (PSOL): 2%
·         Rodrigo Reis (PRTB): 2%
·         Roselaine Barroso (Patriotas): 2%
·         Zé Boni (PRTB): 2%
·         Rodrigo Tomazini (PSOL): 2%
·         Compadre Luiz Adão (DC): 1%
·         Gilson Mezarobba (PCO): 1%
·         Brancos/nulos (vaga 1): 13%
·         Brancos/nulos (vaga 2): 19%
·         Não sabe/não respondeu: 44%
·          
A pesquisa foi encomendada pela RPC. É o terceiro levantamento do Ibope realizado depois da oficialização das candidaturas na Justiça Eleitoral.

O candidato ao governo do Paraná Ogier Buchi (PSL) tentou impugnar a divulgação da pesquisa. O desembargador Tito Campos de Paula, da Justiça Eleitoral, negou o pedido mas determinou que fosse colocado o seguinte esclarecimento. "A pesquisa está sendo impugnada por representação eleitoral em razão de discrepâncias técnicas concernentes à estratificação do eleitorado".

No levantamento anterior, feito de 1 a 4 de setembro, os percentuais de intenção de votos eram os seguintes: Roberto Requião (MDB): 43%; Beto Richa (PSDB): 28%; Flavio Arns (REDE): 17%; Alex Canziani (PTB): 11%; Professor Wilson Pickler (PSL): 4%; Mirian Gonçalves (PT): 3%; Nelton (PDT): 3%; Oriovisto Guimarães (Podemos): 3%; Zé Boni (PRTB): 3%; Rodrigo Tomazini (PSOL): 3%; Rodrigo Reis (PRTB): 2%; Roselaine Barroso (Patriotas): 2%; Compadre Luiz Adão (DC): 1%; Gilson Mezarobba (PCO): 1%; Jacque Parmigiani (PSOL): 1%; Brancos/nulos (vaga 1): 13%; Brancos/nulos (vaga 2): 30%; Não sabe/não respondeu: 31%.


Do G1 PR

Pesquisa Ibope no Paraná: Ratinho, 44%; Cida, 17%; Arruda, 10%

Foto: Bem Paraná
Na terceira pesquisa Ibope divulgada desde o início da campanha eleitoral, Ratinho Junior (PSD) oscilou de 42% para 44%, dentro da margem de erro de 3 pontos porcentuais. Já Cida Borghetti (PP) subiu de 13% para 17%. João Arruda (MDB) foi de 6% para 10%, enquanto Dr. Rosinha (PT) oscilou de 4% para 6%. Com esses números, o deputado estadual do PSD já não tem a vitória no primeiro turno tão garantida.
Ratinho Junior (PSD): 44%
Cida Borghetti (PP): 17%
João Arruda (MDB): 10%
Doutor Rosinha (PT): 6%
Ogier Buchi (PSL): 2%
Professor Piva (PSOL): 1%
Professor Ivan Bernardo (PSTU): 1%
Priscila Ebara (PCO): 1%
Jorge Bernardi (Rede): 1%
Geonísio Marinho (PRTB): 0%
Brancos/nulos: 9%
Não sabe: 9%
Rejeição
Em relação à rejeição, 24% dos ouvidos disseram que não votariam em Dr Rosinha; 20% em Cida Borghetti; 14% em Ratinho Jr, e 12% em João Arruda.
Professor Piva (PSOL) é rejeitado 9%, mesmo índice de Priscila Ebara. Geonísio Marinho (PRTB): 6%; Ogier Buchi (PSL): 6%, Jorge Bernardi (Rede): 6%, Professor Ivan Bernardo (PSTU): 5%
Outros 8% disseram que poderiam votar em qualquer um dos candidatos e 29% não souberam responder.
Ogier Buchi tentou impugnar a pesquisa. O desembargador Tito Campos de Paula, da Justiça Eleitoral, rejeitou o pedido mas determinou que a divulgação fosse acompanhada pela seguinte informação: "a pesquisa está sendo impugnada por representação eleitoral em razão de discrepâncias técnicas concernentes à estratificação do eleitorado".
A pesquisa foi registrada no TRE sob o número PR‐07128/2018 e no TSE sob o número BR‐03369/2018. A margem de erro é 3 pontos percentuais para mais ou para menos. Foram ouvidos 1204 eleitores de todas as regiões do estado, com 16 anos ou mais entre os dias 24 a 26 de setembro. O nível de confiança é de 95%.

Mulher morre de hemorragia interna após vários estupros! Suspeito tentou se matar ao ver a polícia

Um homem de 48 anos tentou se matar na manhã desta quarta-feira (26) ao descobrir que seria preso. Quando policiais da Delegacia de Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), chegaram a sua casa para cumprir um mandado de prisão, Joel dos Santos esfaqueou o próprio pescoço com uma faca de cozinha. Ele é suspeito de matar e estuprar uma mulher no dia 9 de setembro. Ela chegou a ser internada, mas morreu logo em seguida.
O delegado responsável pelo caso, Tito Barichello, explica o que os agentes encontraram quando foram cumprir o mandado de prisão contra o suspeito. “Quando entramos, ele correu até a cozinha, pegou uma faca de açougueiro e esfaqueou o próprio pescoço. Perdeu muito sangue. Nós prestamos o primeiro socorro a ele e, inclusive, tivemos que conter essa sangria”, contou.
O delegado acredita que a vítima tenha sido estuprada por diversas pessoas e depois morrido por conta de uma hemorragia interna. O crime chocou a cidade de Almirante Tamandaré e Barichello revela que a vítima, de 58 anos, estava viva no momento em que foi encontrada em um terreno baldio, no Jardim Paraíso. Ela chegou a contar quem seria o autor do crime para uma testemunha. Além disso, a princípio, Barichello investiga se existem outras pessoas envolvidas no crime. O estupro pode ter sido coletivo e a polícia continua averiguando.
“Ela foi encontrada morta em um terreno e essa vítima tinha características de violência sexual e, inclusive, de empalação. Ela tinha ido à noite a um ‘bailão’ e desapareceu depois de sair deste bar. No momento em que foi encontrada, ela contou, agonizando, quem seria o autor do crime. Nós seguimos com a investigação e vamos prender os outros envolvidos”, finalizou.
Joel, assim que preso, deve responder por feminicídio – homicídio qualificado – e estupro. Ele tem passagem por ameaça e agressão.
Barichello afirma que o homem passou por cirurgia e que deve ficar a disposição da justiça assim que tiver alta. “A ambulância o levou até o Hospital do Cajuru onde passou por cirurgia. Está estável, porque não pegou nenhuma veia, chego somente a traqueia. Ele será preso assim que se recuperar”, esclareceu o delegado.

Com Paranáonline

terça-feira, 25 de setembro de 2018

bolsas de estudo disponíveis ainda no segundo semestre para estudantes de São Jerônimo da Serra

As vagas são para o segundo semestre e os descontos chegam a 70%.



Comece estudar ainda este ano! O Educa Mais Brasil está inscrevendo estudantes interessados em bolsas para faculdades. Em todo o Brasil são ao menos 500 mil oportunidades disponíveis, o auxílio chega a 70% de desconto.

As vagas abrangem cursos de graduação e pós-graduação, presenciais e a distância (EAD), em faculdades como EstácioUnoparUnipAnhangueraUniasselvi, entre outras. No estado do Paraná são mais de 39 mil oportunidades. Confira as bolsas em São Jerônimo da Serra: https://www.educamaisbrasil.com.br/faculdades-e-universidades/pr/sao-jeronimo-da-serra.

“A bolsa de estudo é uma forma viável de formação e preparação para o mercado de trabalho, justamente porque traz mais segurança financeira: ao ser contemplado o estudante utiliza o desconto concedido sem ter que acumular dívidas futuras”, explica Andréia Torres, diretora de Expansão e Relacionamento do programa.

Os interessados nas vagas devem acessar o site www.educamaisbrasil.com.br, escolher o nível de escolaridade pretendido, buscar pela cidade de interesse, modalidade, curso ou instituição. A diretora ainda ressalta: “Para concorrer à bolsa não é necessário ter feito o Enem, nem comprovar renda ao programa”.

A aprovação pode ser consultada pelo Portal do Aluno, no site do programa ou na central de atendimento: para Capitais e Regiões Metropolitanas 4007-2020 ou para demais localidades 0800 724 7202 (também disponível para WhatsApp).

Programas do Governo

Educa Mais Brasil é um programa de inclusão educacional privado, onde os estudantes também podem obter informações sobre outras alternativas de ingresso no ensino superior, como os programas do governo: Enem, Sisu, Prouni e FIES.
                    


Assessoria de Imprensa
cid:image007.jpg@01D36DAB.B4339170