Pesquisar

quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Ponto Turístico mais visitado da região "pico agudo" é incendiado; vários animas morreram

Divulgação/Portal Curiúva
Um incêndio de grande proporção foi registrado na noite de ontem, terça-feira, 17 de setembro, em um dos maiores e mais visitados pontos turísticos da região, o pico agudo, no município de Sapopema, região norte do estado.
De acordo com a defesa civil do município, a equipe estava em uma trilha que sobe sentido o ponto mais alto do pico agudo, com o calor do fogo era impossível subir, e o perigo era grande pelo tamanho das chamas.
As chamas chegavam à 15 metros de altura, a área queimado foi de aproximadamente 69 hectare. 
A causa do incêndio até o momento é desconhecida, porém, a suspeitas de que tenha sido proposital. 
A defesa civil e o corpo de bombeiros de Telêmaco Borba esteve presente, trabalhando no local. O prejuízo é grande, além da vegetação, também animais morrem em virtude do fogo.
Alerta
Um fogo de grande proporção não há como combater muitas vezes, ainda mais diante da falta de equipamentos.

terça-feira, 17 de setembro de 2019

Veículo da secretaria de saúde de Sapopema sofre acidente na PR-090


Segundo informações, que o Portal Curiúva recebeu de populares, um acidente tipo saída de pista foi registrado na manhã desta terça-feira, 17 de setembro, por volta das 11h00min, na PR-090, em Sapopema, região norte do estado.
O acidente ocorreu com o veículo Fiat/Siena Attractiv de cor branca, da secretaria de saúde do município de Sapopema, felizmente o condutor sofreu apenas ferimentos leves.
Ainda de acordo com informações, o acidente ocorreu na divisa entre os municípios de Curiúva e Sapopema, a famosa ponte da Barra Grande (bairro de Curiúva).
Até o momento da reportagem não obtivemos informações das causas do acidente.

sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Existe Justiça?

Um tema bastante atual, se há ou não justiça, não só no país que vivemos, mas no mundo como um todo, mas que tem origem na Grécia antiga.
Antes de mais nada, vale a reflexão da acepção da palavra justiça bem como sua aplicação em diversas áreas. Justiça, na sua essência, segundo o Houaiss é caráter, qualidade do que está em conformidade com o que é direito, com o que é justo; maneira pessoal de perceber, avaliar aquilo que é direito, que é justo, princípio moral em nome do qual o direito deve ser respeitado, o reconhecimento do mérito de alguém ou de algo, conformidade dos fatos com o direito, o poder de fazer justiça, de fazer valer o direito de cada um além de outras, que não vem ao caso. O que nos chama atenção, é que justiça, é um palavra que por si só, denotaria algo bom, algo correto, ou seja, um abstrato, que deveria ser o ideal de interação social que traga o equilíbrio dos interesses, riquezas e oportunidades entre os envolvidos nos grupos sociais. O conceito de justiça está presente, aplicado de toda forma no estudo do direito, filosofia, ética, moral e religião.
É bastante controverso, justamente por ter várias interpretações e perspectivas entre estudantes e pensadores, mas é fato que designa o respeito pelo direito de terceiros, e pode ser reconhecido automaticamente ou intuitivo nas relações sociais e ainda, através do poder judiciário, tão utilizado em nossos tempos.
O símbolo, que desde a Roma antiga se utiliza para designar a justiça é uma estátua com os olhos vendados, onde significa que todos são iguais perante as leis e todos tem os direitos iguais garantidos, ou seja, a justiça, comumente falha, deve buscar a igualdade entre os cidadãos.
Em se tratando da igreja Católica, a justiça é uma das quatro virtudes cardinais, “e consiste na vontade de dar aos outros o que lhes é devido”.
A história nos traz muitos conceitos de justiça, entre eles o de integridade moral relacionado ao estado e aos governos. Na filosofia, Aristóteles entende que é uma igualdade proporcional, tratamento igual entre iguais e desigual entre desiguais, também reconhece ser o conceito de justiça impreciso, muitas vezes vai contra o senso, ou seja, se entende uma determinada situação como sendo injusta do que uma situação justa.
Já Platão tem a justiça como sinônimo de harmonia social, trazendo a tona uma questão jurídica, sendo pra ele, justo aquele que é obediente à lei. Associava a justiça aos valores morais. Em sua famosa obra A República, Platão faz um esforço na busca para a definição de justiça, trazendo a ideia de superioridade da vida do Homem justo sobre o injusto.
Através dos diálogos, Sócrates incita seus interlocutores, trazendo algumas posições interessantes, como a de Céfalo, que crê ser a justiça “falar a verdade e devolver ao outro o que lhe tomou”, não ludibriar ninguém nem mentir, mesmo involuntariamente, nem ficar a dever, sejam sacrificíos aos deuses, seja dinheiro a um homem, e depois partir sem temer”. Ainda temos a posição de Trasímaco, que, em contraponto a Sócrates, diz que a justiça é relativa, dependendo do interesse do mais forte.
Desta forma, a filosofia nos leva a pensar muito sobre o que é justo e injusto, se realmente existe justiça, que, existir, existe, não há sombra de dúvidas, mas, as interpretações, o tempo, as sociedades é que são detentoras de suas próprias justiças, onde cada governo estabelece leis de acordo com sua conveniência, nem sempre sendo a própria justiça justa, pois, a partir de promulgadas, os governos castigam os não cumpridores, os que violaram e cometeram injustiça. Por isto muito clamamos sempre por justiça, pois muito se observa que o mais forte tem uma justiça melhor que o mais fraco. Nos tempos modernos, Hans Kelsen apresenta a justiça como sendo uma ideia irracional, um julgamento subjetivo de valor que não se pode analisar cientificamente.
As teorias modernas sobre justiça estão em duas categorias: para a primeira corrente, a ideia de justiça se relaciona diretamente a ideia de equidade e para a segunda, está mais ligado ao estado de bem estar…
Se, por um lado temos a equidade, que é o equilíbrio social, este, de qualquer forma, trará o bem estar como consequência, desta forma, as teorias, entendo, são complementares e que trarão a harmonia, não havendo assim as injustiças.
É claro que a justiça, alcançada através do equilíbrio, deve ser analisada sob várias óticas, ou seja, para tudo ser justo, é preciso que todos entendam seu papel, e ai se esforcem e sejam também justos com os demais, para não haver desequilíbrio e desigualdade.
Sérgio Quadros Albuquerque Júnior

sexta-feira, 6 de setembro de 2019

Sapopema vai receber mais obras de esgoto

A ampliação do serviço de coleta e tratamento de esgoto em Sapopema foi um dos assuntos da reunião do prefeito Paulinho Branco com diretores da Sanepar, nesta semana. Já foram investidos R$ 7,1 milhões na implantação do serviço na cidade e estão previstos mais R$ 5,5 milhões para aumentar o número de famílias atendidas com esgotamento sanitário.
“Como nossa cidade é turística, banhada por rios e cachoeiras, o serviço de esgoto é muito importante. Além de reduzir nossos gastos com saúde, são obras que preservam nascentes, rios e cachoeiras”, disse o prefeito. A reunião foi como diretor-presidente da Sanepar, Claudio Stabile, pelos diretores de Operações, Paulo Dedavid, de Investimentos, Joel de Jesus Macedo, e pelo gerente-geral da Região Nordeste, Rafael Malaguido.
Em julho, entraram em operação na cidade a estação de tratamento de esgoto, quatro estações elevatórias, 15,4 km de rede coletora e 2 km de tubulações. A obra tem capacidade para atender 740 famílias, o que significa 44% da população. Os recursos foram da Funasa e da Sanepar, que deu orientação técnica para a elaboração de projetos e a execução da obra.
Para outubro, está previsto o início da execução de mais 5 km de rede coletora, que vai atender 250 famílias. A obra deve ser concluída em 2021. E, em 2020 e 2022, estão programadas novas obras de ampliação de rede para que, até 2023, o atendimento passe a 90% dos moradores.
“Dessa forma, cumprimos a meta com o Município de Sapopema, levando mais saúde para a população. E a Sanepar segue a determinação do governador Ratinho Júnior de universalizar o saneamento no Estado”, disse o presidente da Sanepar, Claudio Stabile.

Aen PR

quinta-feira, 5 de setembro de 2019

PRISÃO POR TRÁFICO DE DROGAS EM SÃO JERÔNIMO DA SERRA



APÓS RECEBIMENTO DE DENÚNCIA ANÔNIMA, DANDO CONTA DE QUE NA RUA EUZÉBIO CORREA DE MELLO ESQUINA COM A RUA ALFREDO FERREIRA DA COSTA, ESTARIA OCORRENDO GRANDE MOVIMENTAÇÃO DE PESSOAS, DIANTE DESTAS INFORMAÇÕES, A EQUIPE SAIU EM PATRULHAMENTO NO INTUITO DE AVERIGUAR A SITUAÇÃO, ONDE AO PASSAR EM FRENTE AO LOCAL, PERCEBEU-SE FORTE ODOR DA SUBSTANCIA CONHECIDA POPULARMENTE COMO MACONHA, ONDE CHAMOU A ATENÇÃO DA EQUIPE, QUE DESEMBARCOU PARA AVERIGUAR, NESTE MOMENTO AO PERCEBER A PRESENÇA DA EQUIPE POLICIAL, O INDIVÍDUO IDENTIFICADO POSTERIORMENTE COMO W. J. D. S. S., TENTOU SE EVADIR SALTANDO A JANELA DOS FUNDOS, ONDE REALIZADO O CERCO FOI POSSÍVEL AVISTAR QUANDO O MESMO DISPENSOU UMA BUCHA DE MACONHA, EM ATO CONTINUO, FOI ADENTRADO A RESIDÊNCIA QUE ESTAVA COM A PORTA DA FRENTE ENTRE ABERTA, FOI DADO VOZ DE ABORDAGEM A OUTRO INDIVÍDUO QUE LÁ ESTAVA, IDENTIFICADO POSTERIORMENTE COMO E. C., QUE APÓS AUTORIZAÇÃO POR ESCRITO DESTE, FOI REALIZADA A BUSCA NA RESIDÊNCIA, ONDE FOI LOCALIZADO GRANDE QUANTIDADE DA DROGA ANÁLOGA A MACONHA E EPPENDORFF DA DROGA ANÁLOGA A COCAÍNA; QUE AO INDAGAR SE EXISTIA MAIS DROGA, E INDICOU A RESIDÊNCIA VIZINHA QUE FICA NO MESMO TERRENO, ONDE O MESMO ESCONDIA MAIS DROGAS ALÉM DE VÁRIOS EPPENDORFFS VAZIOS, USADOS PARA ACONDICIONAR A DROGA COCAÍNA, QUE INDAGADOS A QUEM PERTENCIA AS DROGAS ENCONTRADAS, OS DOIS ASSUMIRAM A PROPRIEDADE SENDO QUE A MACONHA PERTENCE A W. E A COCAÍNA PERTENCE A E., SENDO QUE SEGUNDO OS MESMOS A BUCHA DE MACONHA ERA VENDIDA A R$ 10,00 E O PINO DE COCAÍNA A R$ 20,00. Diante destes fatos, os envolvidos foram encaminhados, juntamente com as drogas apreendidas, até a Delegacia de Polícia para as providências necessárias. Parabéns aos policiais militares pela ação que resultou na apreensão de mais drogas, retiradas de circulação em nossa cidade.
COM INFORMAÇÕES: GAZETASJS

quinta-feira, 29 de agosto de 2019

Particulares podem contratar uso de maquinário municipal em estradas rurais

Particulares podem contratar a utilização de maquinário municipal - motoniveladora, retroescavadeira, rolo compactador, caminhão caçamba, trator de esteira e pá carregadeira, entre outros - para a realização de obras em estradas rurais privadas e em propriedades privadas nos perímetros rural e urbano.
Para tanto, é necessário que haja autorização legal; formalização do ato, com devida fundamentação e comprovação do interesse público -escoamento da produção rural, incentivo à indústria ou à urbanização, entre outros -; contrapartida financeira do particular usuário do serviço; e ausência de prejuízo no desenvolvimento de outras obras e serviços de responsabilidade do município.
Além disso, o projeto de lei de iniciativa do poder Executivo que disciplina a utilização onerosa do maquinário municipal deve prever os critérios e exigências do Programa de Incentivo para a consecução das obras de interesse social; as modalidades dos serviços; a disponibilização em caráter geral de procedimento objetivo e impessoal para a escolha dos beneficiários; o estabelecimento dos direitos e deveres referentes à execução dos serviços; a definição da forma de cobrança; e a tabela de valores dos serviços.
Os valores a pagar por essa utilização podem ser diferenciados, conforme os tipos de maquinários, a complexidade dos serviços e as horas de utilização das máquinas. Mas os valores das horas-máquina devem ser iguais para pequenos, médios e grandes produtores rurais, de quaisquer classes de renda, já que o preço público cobrado não tem natureza tributária e o seu valor é fixado em relação ao serviço prestado, sem diferenciação quanto aos critérios pessoais do particular.
Portanto, desde que sejam atendidos os requisitos, entidades religiosas e associações podem firmar contrato administrativo com o município para a utilização do maquinário municipal em suas propriedades, da mesma forma que a prefeitura pode contratar o uso dos espaços dessas pessoas jurídicas de direito privado para a promoção de reuniões, cursos e palestras.
No entanto, o município não pode celebrar convênio com essas entidades para que elas possam utilizar o maquinário municipal para a realização de pequenos serviços, pois tal ajuste pressupõe convergência de interesses das partes. No caso de estradas vicinais municipais e intermunicipais, a realização de reformas e melhoramentos é dever do poder público.

Consulta
Essa é a orientação do Pleno do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), em resposta à Consulta formulada pelo prefeito de Virmond, Neimar Granoski, na qual questiona se poderia ser autorizado o uso de maquinário municipal por particular, mediante a cobrança pelo serviço prestado, para a realização de reformas e melhoramentos em estradas vicinais municipais e intermunicipais ou em estradas rurais no interior das fazendas, para permitir o melhor escoamento de produção.
O gestor indagou, também, se poderiam ser cobrados valores diferenciados por horas-máquina e se o maquinário municipal poderia ser utilizado para a abertura de tanques de piscicultura e valas para silagem, terraplanagem, aplicação de cascalho e outros serviços; e se poderia ser criado um programa para que fossem efetuados serviços dentro das indústrias.
Finalmente, o consulente questionou se seria possível a celebração de convênios para que entidades religiosas e associações utilizassem o maquinário do município para efetuar pequenos serviços, já que a prefeitura utiliza os espaços dessas entidades sem qualquer custo para a realização de reuniões, cursos e palestras em programas das secretarias municipais.

Instrução do processo
Em seu parecer, a assessoria jurídica da Prefeitura de Virmond sustentou que não haveria impedimento para a autorização da utilização onerosa do maquinário municipal por particular, desde que haja previsão em lei específica e seja comprovado o interesse público.
A Supervisão de Jurisprudência e Biblioteca (SJB) do TCE-PR informou que alguns dos temas da consulta são tratados nas decisões do TCE-PR expressas nos acórdãos de números 746/06, 1865/06, 1183/07, 4151/17 e 1730/18, todos do Tribunal Pleno.
A Coordenadoria de Gestão Municipal (CGM) do TCE-PR afirmou que o prefeito não só é autorizado como tem o dever de realizar melhorias e reformas nas estradas vicinais e intermunicipais, por meio de convênio, sendo facultada a atribuição de taxa. E acrescentou que os serviços de maquinário municipal podem ser contratados pelos particulares para a realização de obras nas estradas rurais privadas, mediante a cobrança de preço público, se a lei municipal permitir.
A unidade técnica ressaltou que o instrumento administrativo mais adequado para o ajuste com entidades religiosas e associações, conforme questionado, seria a celebração de contrato administrativo. Isso porque a própria natureza de convênio é a cooperação para fim comum e as hipóteses questionadas não vislumbram confluência de objetivos.
O Ministério Público de Contas (MPC-PR) destacou que as reformas e melhoramentos nas estradas vicinais municipais e intermunicipais podem ser autorizadas, desde que o município institua contribuição de melhoria para custear as obras; e que no caso das estradas rurais privadas, os serviços de maquinário municipal podem ser contratados pelos particulares, mediante o pagamento de preço público fixado por lei.

Decisão
O relator do processo, conselheiro Ivens Linhares, lembrou que o artigo 30, incisos I e V, da Constituição Federal atribui aos municípios a competência para legislar sobre assuntos de interesse local, bem como para organizar e prestar os serviços públicos locais.
Assim, ele explicou que o Executivo e o Legislativo municipal possuem  autonomia para a definição de políticas de utilização onerosa do maquinário da prefeitura para a realização de obras de interesse social, como recuperação e melhorias em estradas vicinais, com foco no escoamento da produção rural; realização de ações para mitigação dos efeitos da seca e do acesso à água; melhorias para efetivação do transporte escolar; redução de erosão de terra e da degradação do meio ambiente; e incremento do turismo rural.
Contudo, o conselheiro ressaltou que a autorização de uso dos bens públicos por particulares deve respeitar a legislação e os princípios que regem a atuação da administração pública; e o particular deve remunerar o uso do maquinário municipal por meio do pagamento de tarifa ou preço público, fixado em tabela de valores, que pode ter valor diferenciado conforme o tipo de maquinário, a complexidade dos serviços e as horas de utilização das máquinas.
Linhares afirmou, ainda, que o município não pode celebrar convênio para retribuir a utilização sem custo de espaços de entidades religiosas e associações, pois tal ajuste pressupõe convergência de interesses das partes.
Finalmente, o relator destacou que o município pode firmar contrato administrativo com as entidades, com a previsão da utilização dos espaços pela prefeitura e do maquinário municipal pelas entidades, já que o contrato público é o instrumento administrativo que estabelece os direitos e as obrigações entre o poder público e particulares.
Os conselheiros aprovaram o voto do relator, por unanimidade, na sessão do Tribunal Pleno de 7 de agosto. O Acórdão nº 2192/19 - Tribunal Pleno foi publicado em 14 de agosto, na edição nº 2.121 do Diário Eletrônico do TCE-PR, veiculado no portal www.tce.pr.gov.br. O trânsito em julgado da decisão ocorreu em 23 de agosto.

Serviço
Processo :
812988/18
Acórdão nº
2192/19 - Tribunal Pleno
Assunto:
Consulta
Entidade:
Município de Virmond
Interessado:
Neimar Granoski
Relator:
Conselheiro Ivens Zschoerper Linhares

Autor: Diretoria de Comunicação Social
Fonte: TCE/PR

quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Homem ateia fogo na mulher e na filha de apenas quatro anos em Carlópolis

Um crime bárbaro chocou os moradores de Carlópolis na tarde desta quarta-feira (21). Um homem identificado apenas por Antônio – conhecido por Tonhão do Bar – ateou fogo ao corpo de sua mulher – identificada apenas como Sueli – e da filha do casal de apenas 4 anos.

De acordo com as primeiras informações, o comerciante teria utilizado gasolina para ‘incendiar’ as vítimas, que foram socorridas por vizinhos e encaminhadas em estado grave ao hospital da cidade, com mais de 90% dos corpos queimados.
 
Ainda de acordo com informações preliminares, mãe e filha foram transferidas para a Santa Casa de Misericórdia de Jacarezinho e devem ser transferidas para um hospital especializado em Londrina.

Testemunhas disseram que o autor da barbárie também se feriu ao praticar o ato cruel. Ele foi preso em flagrante logo após praticar o crime, enquanto caminhava pelo bairro.

A motivação do crime ainda é desconhecida e será investigada pela Polícia Civil. um crime bárbaro chocou os moradores de Carlópolis na tarde desta quarta-feira (21). 

Com informações: Jrdiario

quarta-feira, 14 de agosto de 2019

Operação contra tráfico de drogas prende 15 pessoas em três cidades do no norte pioneiro

A Polícia Militar (PM) deflagrou nesta quarta-feira (14) uma operação contra o tráfico de drogas nas cidades de Cornélio Procópio, Santa Mariana e Sertaneja, na região do norte pioneiro. Foram cumpridos 15 mandatos de prisão e 18 mandatos de busca e apreensão contra membros de uma facção criminosa. 
O nome da operação é uma alusão ao "apelido" dado ao crack por membros da organização, que atua no interior de presídios. Segundo a PM, os detidos tinham envolvimento com crimes de tráfico de entorpecentes, associação ao tráfico, organização criminosa e tráfico de armas de fogo no norte do Estado do Paraná.
A operação é resultado de dez meses de diligências da PM em parceria com o Ministério Público (MP) da comarca de Cornélio Procópio. Participam da ação 80 policiais militares do 18°BPM, 5°BPM e 4°CIPM (Londrina), 7°CIPM (Arapongas) e do BPMOA (um helicóptero com os tripulantes), além de duas equipes de canil.
Com informações do 18º Batalhão da PM

terça-feira, 6 de agosto de 2019

HOMEM TRANSTORNADO ENFRENTA A PM E ATEIA FOGO NA PRÓPRIA CASA EM NOVA SANTA BARBARA

ACONTECEU NA DATA DE HOJE (06/08), POR VOLTA DO MEIO DIA, UM INCÊNDIO A UMA RESIDÊNCIA LOCALIZADA NA VILA ESPERANÇA, CIDADE DE NOVA SANTA BÁRBARA-PR. 

O SUSPEITO, DE PRIMEIRO NOME DEOSMIR, DE POSSE DE UM MACHADO, ESTAVA DANIFICANDO MÓVEIS E O MURO DA RESIDÊNCIA ONDE MORA, GRITANDO PALAVRAS DESCONEXAS, DEMONSTRANDO ESTAR TOTALMENTE FORA DE SI. 

OS POLICIAIS MILITARES FORAM ACIONADOS E COMPARECERAM NO LOCAL E QUANDO DEOSMIR PERCEBEU A PRESENÇA DA POLÍCIA, PASSOU A AMEAÇÁ-LOS COM O MACHADO, SENDO NECESSÁRIO MUITA CAUTELA E NEGOCIAÇÃO COM O SUSPEITO. 

DEOSMIR A TODO MOMENTO AVANÇAVA CONTRA OS POLICIAIS DE MACHADO EM PUNHO, TENTANDO GOLPEÁ-LOS, SENDO NECESSÁRIO SOLICITAR O APOIO DAS EQUIPES DE SANTA CECILIA DO PAVÃO E SÃO JERÔNIMO DA SERRA. 

EM DADO MOMENTO, O SUSPEITO SE TRANCOU NO INTERIOR DA RESIDÊNCIA, GOLPEANDO AS PAREDES COM O MACHADO E POR FIM, ATEOU FOGO NO INTERIOR DA PRÓPRIA CASA, CUJO INCÊNDIO, ACABOU ATINGINDO A RESIDÊNCIA AO LADO, SENDO NECESSÁRIO AÇÃO RÁPIDA DE MORADORES E POLICIAIS PARA CONTER O FOGO PARA QUE NÃO CONSUMISSE TAMBÉM A CASA VIZINHA. 

APÓS SER CONTIDO E ALGEMADO, DEOSMIR FOI CONDUZIDO ATÉ O DESTACAMENTO POLICIAL MILITAR PARA A CONFECÇÃO DO BOLETIM DE OCORRÊNCIA E POSTERIORMENTE CONDUZIDO ATÉ A DELEGACIA DE POLÍCIA DE SÃO JERÔNIMO DA SERRA-PR PARA AS DEMAIS PROVIDÊNCIAS.

Com informações: GazetaSJS

terça-feira, 23 de julho de 2019

Prefeito recebe nova ambulância para o município de São Jerônimo da Serra

A Prefeitura Municipal de São Jerônimo da Serra através da Secretaria Municipal de Saúde vem trabalhando para melhorar e modernizar o atendimento da saúde Pública do município.  A nova conquista é uma ambulância, que irá integrar a frota municipal. A entrega do veiculo aconteceu na manhã desta terça-feira, 23, ao prefeito Ricardo Mello.

A ambulância é de simples remoção e possui equipamentos necessários para a condução adequada no transporte de pacientes que precisam de suporte especial. 

Conforme o Prefeito Ricardo Mello, a aquisição desta ambulância vai permitir que o município continue oferecendo serviços na área de saúde com qualidade e eficiência, principalmente no transporte de pacientes. “Atender as necessidades da população de São Jerônimo da Serra é nosso dever. Com o novo carro o município garantirá a população mais rapidez no transporte, principalmente nos casos de emergência em que se exige agilidade nos primeiros socorros”, afirmou.

A entrega foi realizada em frente à Prefeitura Municipal de São Jerônimo da Serra.

São Jerônimo da Serra recebe emenda de 300 mil reais dos deputados Boca Aberta e Boca Aberta JR para serem usados na saúde do município

Nesta segunda feira (22) o deputado federal Boca Aberta e o deputado estadual Boca Aberta Jr. estiveram em São Jerônimo da Serra e entregaram uma emenda no valor de 300 mil reais para serem utilizados pela Secretaria Municipal de Saúde de São Jerônimo da Serra, os deputados foram recebidos pelo Prefeito João Ricardo de Mello na Prefeitura Municipal e depois os deputados juntamente com o prefeito Ricardo desfilaram pelas ruas em agradecimento ao moradores da cidade. 

Logo apos os deputado Boca Aberta e Boca Aberta Jr., o prefeito Ricardo juntamente com a Secretária de Saúde Izamari, vereador "Madruga" e o vereador Paulo Cezar (PC)  foram até a rádio Gazeta SJS onde deram uma entrevista ao vivo.

sexta-feira, 5 de julho de 2019

Neste sábado 06 de julho acontece a final Campeonato Municipal de Futsal 2019 de São Jerônimo da Serra

Neste sábado 06 de julho acontece a  final Campeonato Municipal de Futsal 2019 de São Jerônimo da Serra no Ginásio de Esportes Júnior da Eletrônica com os seguintes jogos:


Amistoso futsal feminino 
19:00 São Jerônimo x Terra Nova 


Disputa terceiro lugar

19:45 juventude x Nova era




Grande Final 
20:45 Avaranda x Chapa Halls


Apoio Prefeitura Municipal de São Jerônimo da Serra

segunda-feira, 1 de julho de 2019

PRISÃO POR TRÁFICO DE DROGAS EM SÃO JERÔNIMO DA SERRA

Forto: GazetaSJS
Os policiais militares Tiago e Pedroso, durante patrulhamento pela estrada Juca Mingote, na cidade de São Jerônimo da Serra, juntamente com a equipe rotam, avistaram dois indivíduos saindo de uma pastagem, onde tem ocorrido a prática de tráfico de drogas. 

Ao ser dada voz de abordagem um dos suspeitos correu, sendo acompanhado por uma das equipes policiais, enquanto a outra equipe realizava a abordagem no segundo suspeito, o qual é usuário de drogas conhecido no meio policial e afirmou aos policiais que havia feito uso de drogas a poucos minutos na casa de uma pessoa conhecida por “INDINHO”. 

A segunda equipe de policiais, logrou êxito na localização do primeiro suspeito e com ele, mais três indivíduos que foram abordados e durante as diligências os policiais localizaram vários papéis usados comumente para embalar drogas. 

O morador do local, de nome WILLI PEREIRA MARTINS DOS SANTOS, conhecido por “INDINHO”, informou aos policiais que havia escondido certa quantidade de drogas nos fundos de sua casa, e durante revista ao local, os policiais militares localizaram maconha, crack, e cocaína, sendo que “INDINHO” assumiu ser o dono destas drogas. 

A pessoa de “INDINHO” e outro adolescente que se encontrava no local, relataram aos policiais que as referidas drogas foram buscadas no Distrito de São João do Pinhal para serem revendidas nesta cidade de São Jerônimo da Serra, tendo eles afirmado que pegaram a droga com a pessoa conhecida por “DOYAN”, relatando ainda que “DOYAN” estaria em posse de grande quantidade de crack e cocaína para venda e distribuição naquele distrito e para esta Comarca. 

Por tais razões, as equipes policiais se deslocaram até o Distrito de São João do Pinhal, sendo realizado um breve cerco nos fundos da casa de “DOYAN” e no momento em que os policiais chegaram em frente ao portão, um indivíduo suspeito saiu correndo pelos fundos do imóvel, sendo visualizado pelos policias que ali estavam e durante a fuga, o suspeito arremessou uma sacola no quintal da residência vizinha e adentrou em um dos cômodos, tentando se esconder. 

Os policiais deram voz de abordagem ao indivíduo, o qual se apresentou como sendo OELTON DOYAN DA SILVA CRUZ e estava trajado apenas de cueca. Questionado o que havia na sacola que jogou no quintal, relatou apenas que não havia nada, entretanto, ao ser encontrada a referida sacola, havia grande quantidade de cocaína e crack ainda em pedaços. 

Diante do estado de flagrância dos envolvidos, todos foram conduzidos até a 33ª Delegacia Regional de Polícia de São Jerônimo da Serra-PR, para as medidas previstas em lei. Parabéns aos soldados TIAGO e PEDROSO e à equipe ROTAM pela ação que resultou na prisão de dois traficantes de drogas e apreensão de entorpecentes que seriam vendidos na nossa região.

Com Informações: GazetaSJS

sábado, 29 de junho de 2019

MARIDO BRIGA COM ESPOSA E ATEIA FOGO NA CASA NO DISTRITO DE TERRA NOVA EM SÃO JERÔNIMO DA SERRA



Na tarde deste sábado (29/06), por volta das 17:00 horas, policiais militares de São Jerônimo da Serra foram solicitados a comparecer no Distrito de Terra Nova, onde estaria em andamento uma ocorrência de violência doméstica. 

Chegando no local, os policiais foram informados de que a pessoa conhecida por João Ricardo, teria agredido fisicamente a vítima em razão de desentendimentos entre ambos, tendo em vista que o suspeito estava em um bar e sua esposa, insatisfeita com a situação, resolveu procurar pelo mesmo, encontrando-o no bar e a partir daí teve início uma discussão entre o casal. 

Segundo informações contidas no boletim de ocorrência, João Ricardo não gostou da atitude da esposa e passou a agredi-la na rua, inclusive, na presença de várias pessoas. Após as agressões, João Ricardo teria dito para a vítima que iria até a residência do casal e que colocaria fogo na casa. 

Quando os policiais militares chegaram na residência, se depararam com a casa consumida pelo fogo não sendo possível fazer mais nada no sentido de conter o incêndio. 

Diante de tais fatos, os policiais militares continuaram as diligências visando localizar o autor dos fatos, o qual foi encontrado no "Bar do Cirço", portando um facão. João Ricardo recebeu voz de prisão em flagrante e foi conduzido, juntamente com o facão apreendido até a Delegacia de Polícia de São Jerônimo da Serra-PR para as medidas da autoridade policial.

GazetaSJS

Prefeitura de São Jerônimo da Serra inaugura Sala do Empreendedor


Autoridades, representantes de entidades do município, além de convidados participaram na tarde desta sexta-feira, (28), da solenidade de inauguração da Sala do Empreendedor, fruto de parceria entre o município, Sebrae e Sicredi.
O novo espaço está localizado, ao lado da prefeitura. A sala do Empreendedor são locais de atendimento das Prefeituras Municipais que facilitam os processos de abertura de empresas, regularização e baixa, bem como serviços exclusivos aos Microempreendedores Individuais (MEI), bem como fornecer informações, orientações e instrumentos que permitam melhorar a competitividade das empresas atendidas.
A cerimônia foi iniciada com o pronunciamento das autoridades onde o prefeito Ricardo Mello agradeceu a presença de todos e destacou a parceria com o Sebrae nesse projeto, o prefeito ressaltou que a Sala do Empreendedor vai melhorar os índices de São Jerônimo da Serra na geração de emprego e de abertura de empresas. “Este projeto é mais uma ação para ajudar a população nas questões burocráticas. 
O evento contou também com a presença da palestrante motivacional Daniele Amaral, a palestrante contou um pouco de sua história de vida e como se tornou uma empreendedora. 

ALUNA DA ESCOLA DO CAMPO DA VILA NOVA SÃO JERÔNIMO DA SERRA É PREMIADA EM CONCURSO DO SESC SENAC



A Escola Estadual do Campo de Vila Nova - Ensino Fundamental, localizada no bairro de Vila Nova, em São Jerônimo da Serra, com o incentivo da diretora Ivana Maria Moura Moraes e da professora Neiva Martins Silvestre, participou da 1ª edição do concurso "Entre Lendas do Paraná", realizado pelo Sesc Senac PR e da Acadêmia Paranaense de Letras. Foram 7.153 inscrições, e selecionadas as 90 melhores ilustrações, na qual a escola que fica num bairro onde os alunos tem poucas perspectivas de continuar seus estudos, foi selecionada.
Nesta sexta, 28 de junho, às 14h estiveram na escola a chefe do NRE-Cornélio Prócopio Ana Paula T. M. dos Santos e os representantes do Sesc Senac para entrega da premiação para a aluna Talita Gabrieli Leite, ganhadora do troféu e para presentear a escola com uma coletânea dos cartões postais impressos na 1ª edição. Estiveram presentes também os funcionários, demais professores, alunos e alguns membros da comunidades local.
A professora Neiva ressalta que “essa premiação é de suma importância para mostrar aos nossos alunos que empenhados são capazes de concorrer com os demais, apesar de ser uma escola de pequeno porte e estar situada em um bairro distante”.

terça-feira, 25 de junho de 2019

APREENSÃO DE ARMAS EM SÃO JERÔNIMO DA SERRA

Foto: GazetaSJS
APÓS VÁRIAS DENÚNCIAS ANÔNIMAS DANDO CONTA DE QUE A PESSOA DE NOME ODAIR DUTRA ESTAVA FABRICANDO ARMAS DE FOGO NA SUA RESIDÊNCIA, A EQUIPE POLICIAL COMPOSTA PELO SOLDADO PEDROSO, SOLDADO TIAGO E O POLICIAL CIVIL DE FOLGA JOSE CODONHO, DESLOCARAM-SE ATÉ O ENDEREÇO FORNECIDO NAS DENUNCIAS.

 AO CHEGAREM, FOI ENCONTRADO ODAIR JUNTAMENTE COM SUA ESPOSA E FILHOS, FORA DADO VOZ DE ABORDAGEM AOS MORADORES, NADA DE ILÍCITO FOI LOCALIZADO COM ELES, AO SER QUESTIONADO SOBRE O TEOR DAS DENUNCIAS ODAIR DISSE APENAS QUE CONSERTAVA AS ARMAS DOS VIZINHO.

AO SER INDAGADO SOBRE A EXISTÊNCIA DE ARMAS NA CASA, O MESMO DISSE QUE TERIA SIM, E QUE PODERIA SER FEITO A BUSCA NA RESIDÊNCIA E NAS IMEDIAÇÕES, DESTA FORMA FORMA FEITA BUSCAS, E LOCALIZADO DIVERSAS ESPINGARDAS, CARTUCHOS DEFLAGRADOS E PEÇAS PARA MANUFATURA PARA CONFECÇÃO DAS ESPINGARDAS. 

EM CONSULTA AO SISTEMA, FOI ENCONTRADO UM MANDADO DE PRISÃO PARA A PESSOA DE ODAIR. DIANTE DOS FATOS FORAM RECOLHIDAS AS ARMAS E PEÇAS, E DADO VOZ DE PRISÃO AO SENHOR ODAIR QUE FORA ALGEMADO E CONDUZIDO ATÉ O PELOTÃO, ONDE FOI CONFECCIONADO O BOLETIM DE OCORRÊNCIAS, E ENCAMINHADO O PRESO JUNTAMENTE COM AS ARMAS PARA A POLICIA CIVIL.

GazetaSJS

TCE-PR suspende licitação de Curiúva para contratar serviço de pavimentação

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), por meio de medida cautelar emitida pelo conselheiro Fabio Camargo, suspendeu a Tomada de Preços nº 4/2019, lançada pela Prefeitura de Curiúva. A licitação tem como objetivo a contratação de empresa para realizar serviços de pavimentação com paralelepípedos nesse município do Norte Pioneiro.
A suspensão foi provocada por Representação da Lei nº 8.666/1993 (Lei de Licitações e Contratos) interposta pela empresa Urban Green Serviços Urbanísticos Ltda. A interessada alegou que foi inabilitada no certame por não ter apresentado reconhecimento de firma em um dos documentos exigidos pelo edital.
Para o relator do processo, houve formalismo exacerbado por parte da administração. Segundo ele, "somente quando houver dúvida quanto à autenticidade da assinatura, deve o condutor do procedimento licitatório diligenciar para sanear a falha".
O despacho, de 13 de junho, foi homologado na sessão do Tribunal Pleno do TCE-PR do dia 19. Com a suspensão, foi aberto prazo de 15 dias para apresentação de defesa por parte do Município de Curiúva. Os efeitos da medida perduram até que o Tribunal decida sobre o mérito do processo.

Serviço
Processo :
403062/19
Despacho nº:
738/19 - Gabinete do Conselheiro Fabio Camargo
Assunto:
Representação da Lei nº 8.666/1993
Entidade:
Município de Curiúva
Interessada:
Urban Green Serviços Urbanísticos Ltda.
Relator:
Conselheiro Fabio de Souza Camargo

Autor: Diretoria de Comunicação Social
Fonte: TCE/PR

sábado, 22 de junho de 2019

Assim como Sapopema, São Jerônimo da Serra também depende da renda do comércio, de pequenos serviços e dos salários de aposentados para sobreviver

A falta de grandes empresas que funcionem como âncoras para o desenvolvimento econômico faz com que cidades como Sapopema e São Jerônimo da Serra, no Norte Pioneiro, dependam da renda do comércio, de pequenos serviços e dos salários de aposentados para sobreviver. "Os empregos que temos são em cooperativas agrícolas ou em empresas que recolhem grãos, que dá no máximo 20", diz o prefeito de São Jerônimo, João Ricardo de Mello.

Na região, Mello conta que há algumas madeireiras, que fornecem lenha para caldeiras de indústrias de outras cidades, mas sem gerar carteiras assinadas. "Talvez nosso problema seja logístico, de distância para grandes centros. Já conversei para tentar a vinda de uma serralheria e de uma sementeira, tentei trazer um frigorífico de frango, mas acho que o pessoal não achou viável", explica o prefeito. São 14 empregos industriais em 960 registrados na cidade, segundo levantamento da reportagem.

Proprietário de uma farmácia em São Jerônimo, Juan Guillen Pons resume a situação. "Moro há 50 anos aqui e a cidade vive de aposentadorias. Não temos indústria, empregos, nada. Os jovens que estudam vão embora porque não têm o que fazer na cidade."

O sentimento é o mesmo para o aposentado Valdevir Cordeiro, de Sapopema. "Siqueira Campos, que não é grande, já é melhor do que aqui porque tem empregos para todos, em abate de frangos, em empresa de corte e costura. Aqui, a maioria é aposentado, então vamos sobrevivendo", diz o morador, ao citar município de 20 mil habitantes que está 140 km distante.

Cordeiro faz fretes de moto para complementar a renda, porque diz que um problema cardíaco o impede de esforços físicos. O filho do aposentado trabalha em uma das seis indústrias cerâmicas que, por mais que sejam responsáveis pela maioria dos 267 registros em carteira do setor do município, não garantem desdobramentos em outras atividades. "É um serviço pesado, mas agradeço porque ele teve cabeça e está lá há sete anos, ou teria de ir embora", diz o aposentado. 

Chefe de gabinete na Prefeitura de Sapopema, Cláudio Edison da Costa afirma que uma fábrica de pães também surgiu a partir de uma padaria local, o que tem contribuído para gerar renda. Porém, ele diz que é pouco para garantir uma arrecadação que permita fazer com que a cidade cresça. "Nossa população é de mais ou menos 7 mil pessoas e o comércio está bem parado. As lojas diminuíram o número de funcionários", conta. Ele também acredita que um frigorífico poderia ser a solução para região. "Uma indústria ou uma grande empresa poderia ajudar o município ou dar emprego até para umas quatro cidades", sugere Costa.

A costureira e balconista de loja de roupas Maria Laide Melo Carneiro, também de Sapopema, diz que as vendas mal garantem os custos do negócio. "Foi-se o tempo em que guardávamos alguma coisa no fim do mês. O comércio está parado. Se ao menos tivéssemos uma empresa grande aqui..."