Pesquisar

quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Projeto de lei fortalece criação do Circuito Cicloturístico do Norte Pioneiro


O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) destacou nesta quarta-feira (23) que o projeto de lei 256/2019 que regulamenta a atividade do cicloturismo no Paraná, vai fortalecer a criação do circuito cicloturístico do Norte Pioneiro.  Nesta quarta-feira, em segunda discussão, foi apresentada uma emenda ao projeto do deputado Goura (PDT) que retornou à CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) e será votado na próxima segunda-feira (28) aos debates.

Romanelli apresentou outra proposta juntamente com o deputado Goura , que incentiva a prática esportiva e o ecoturismo na região do Norte Pioneiro.

Vinte cidades vão integrar o Circuito Cicloturístico Rota Norte Pioneiro: Andirá, Bandeirantes, Cambará, Carlópolis, Congonhinhas, Cornélio Procópio, Ibaiti, Itambaracá, Jacarezinho, Joaquim Távora, Nova Fátima, Ribeirão Claro, Ribeirão do Pinhal, Santa Mariana, Santo Antônio da Platina, Santo Antônio do Paraíso, São Jerônimo da Serra, Siqueira Campos, Tomazina e Wenceslau Braz.

Incentivo – O cicloturismo utiliza a bicicleta não somente como meio de transporte, mas como uma parceira de viagem. Em seis pontos, a proposta objetiva desde o incentivo ao uso da bicicleta e ao turismo ecológico até o desenvolvimento dos arranjos produtivos locais e a movimentação da economia regional.

“Com a implantação de circuitos cicloturísticos, a cooperação entre Estado e municípios será fortalecida. O Estado definirá o circuito e a sinalização adequada e os municípios, além da efetivação da rota e assistência aos ciclistas, vão disponibilizar uma estrutura cicloviária para uso diário dos moradores”, disse Romanelli.

Romanelli adianta que, no caso do Norte Pioneiro, as prefeituras poderão definir, dentro dos limites do respectivo município, o traçado da rota que fará parte do circuito cicloturístico. “Dessa forma, uma cidade poderá, de forma integrada com as rotas das cidades vizinhas, mapear e divulgar os atrativos e produtos turísticos da região”, disse.

“Vai disponibilizar ainda informações e oferecer matérias das rotas, atrativos e produtos turísticos em meios de comunicação físicos e virtuais, como mapas, cartilhas, certificados, passaportes, sites e aplicativos e ainda formar consórcios para a implantação, administração, manutenção e gestão dos circuitos”, completou.

Com a criação da Lei do Cicloturismo, afirma Romanelli, o Paraná vai dar mais um passo importante no incentivo à mobilidade, na promoção da saúde e bem estar da população, que poderá aliar a prática esportiva à oportunidade de conhecer o potencial turístico do Estado, além de incentivar a economia regional.

As informações são da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná.

segunda-feira, 21 de setembro de 2020

TSE disponibiliza sistema de consulta a candidaturas e contas


O TSE Tribunal Superior Eleitoral liberou o sistema de consulta a candidaturas e contas na internet para as eleições municipais 2020.

O divulgacandcontas.tse.jus.br informa quantos pré-candidatos requereram registro na justiça eleitoral. O sistema permite que qualquer cidadão consulte informações sobre o candidato, suas contas e as contas do partido político ao qual está filiado.

Até esta segunda-feira 21, foram feitos 3.061 pedidos de registros de candidatos à prefeito, 3.063 de vice-prefeito e 67.047 de vereadores.

No Paraná, são 161 pedidos registrados para prefeito, 162 para vice e 4.065 para vereador. Os números ainda são parciais. A ferramenta está disponível nas diversas plataformas da justiça eleitoral. No dia 26, às 19h, termina o prazo para os partidos políticos e coligações apresentarem o requerimento de registro de candidatos e chapas à justiça eleitoral.

Caso os partidos políticos ou coligações não tenham requerido o registro de algum candidato escolhido em convenção, a data-limite fixada em lei para formalização individual do registro é 1° de outubro, até as 19h.

Fernando Brevilheri Tarobanews

sexta-feira, 4 de setembro de 2020

Bandidos estouram agência bancária em Bela Vista do Paraíso


Uma agência bancária em Bela Vista do Paraíso foi alvo de criminosos na madrugada desta sexta-feira (04). Os bandidos estouraram o cofre e segundo os vizinhos, a ação durou cerca de duas horas e meia. O local ficou bastante destruído.
A informação inicial é que homens fortemente armados conseguiram entrar em uma agência do Banco do Brasil que fica na avenida Independência, na área central da cidade.
Os bandidos teriam usado explosivos e feito disparos de arma de fogo. Os moradores de Bela Vista contaram que o barulho das explosões pode ser ouvido em diferentes pontos da cidade.
Moradores contaram ainda que tentaram contato com a Polícia Militar, mas não teriam conseguido.
A PM conta com um pequeno efetivo na cidade e acionou apoio de outras cidades. Quando as equipes chegaram ao local, os bandidos já tinham fugido.
Há ainda informações de que na fugia, os bandidos fizeram disparos contra a base da Defesa Civil, seguindo pelo trevo que leva a Alvorada do Sul e Florestópolis.
Essa seria a segunda vez que a mesma agência é atacada. A primeira vez foi em 31 de março de 2016.
Redação Tarobá News

terça-feira, 25 de agosto de 2020

Mandados de busca são cumpridos nas casas do prefeito afastado e do ex-presidente da Câmara de Vereadores de São Jerônimo da Serra

Oito mandados de busca e apreensão foram cumpridos pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR) nas casas de João Ricardo de Mello, prefeito afastado de São Jerônimo da Serra, no norte do Paraná, do ex-presidente da Câmara de Vereadores do município e em residências e escritórios de duas ex-servidoras e de um advogado.

Algumas das ordens judiciais também foram cumpridas em Sapopema e fazem parte de investigações no âmbito na operação DeJà Vú, deflagrada em outubro de 2019. Esta ação apura crimes como associação criminosa, peculato e corrupção ativa e passiva.

Possível 'Rachadinha'

De acordo com o Ministério Público do Paraná (MP-PR), os pedidos dos mandados foram feitos ao Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) após análise de documentos encontrados em um pen drive que estava com João Ricardo de Mello.

A promotoria afirma que foram encontrados indícios de desvios de dinheiro público a partir da adição de verbas complementares nas folhas de pagamento de servidores municipais.

O MP-PR afirma que esses pagamentos eram autorizados pelas funcionárias que, após o recebimento, repassavam cerca de 50% do salários em troca de obtenção de apoio político ao gestor público.

Conforme as investigações, os valores eram repassados ao advogado Fábio Maximiniano de Souza.

"Identificamos a prática conhecida como rachadinha. Essas servidoras recebiam valores nos salários e faziam repasses ao advogado investigado. Esse advogado defendia, em processos particulares, o ex-presidente da Câmara e o atual prefeito que está afastado. Era uma divisão de salários das servidoras que estavam lotadas na Câmara Municipal de Vereadores", explicou o promotor Danilo Paes Leme.

O MP-PR acredita que os valores eram utilizados para pagar honorários advocatícios, porém ainda serão analisados mais documentos para concluir o caso e oferecer a denúncia.

Além da análise de documentos, a promotoria também fez um levantamento bancário dos investigados e ouviu arquivos de áudios, encontrados em materiais apreendidos na operação de 2019, que levaram o MP-PR a descobrir a possível pratica de 'rachadinha'. A prática teria ocorrido entre fevereiro de 2017 a maio de 2018.

A promotoria afirma que as servidoras investigadas foram afastadas dos cargos quando um novo presidente da Câmara de Vereadores assumiu o cargo.

Além de autorizar os mandados de busca e apreensão, o Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) também proibiu que cinco investigados frequentem a Câmara Municipal e mantenham contato entre si.

Além disso, foram cumpridos oito mandados de buscas e apreensão de seis caminhões e dois veículos pequenos que estavam bloqueados, com proibição de circulação.

Mas, como foi comprovado o descumprimento dessa ordem anterior, o MP-PR pediu a apreensão dos veículos.

O que dizem os citados

A defesa do prefeito afastado João Ricardo de Mello e do advogado alvo desta operação, Fábio Maximiniano de Souza, afirma que nada de irregular foi encontrado nas buscas e que "ambos estão tranquilos em relação ao procedimento judicial".

A defesa informou que ainda não teve acesso ao processo, mas tanto o prefeito como o advogado, se colocaram à disposição da Justiça para esclarecimentos necessários.

Por meio de nota, a Câmara de Vereadores de São Jerônimo da Serra informou que os fatos investigados pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR) não ocorreram durante a atual gestão do Poder Legislativo.

A nota concluiu que atos de corrupção ou contra a administração pública são repudiados 'veementemente' e que a Câmara está colaborando com as investigações.

Do G1Pr.

Gaeco realiza operação contra prefeito afastado e contra ex-presidente da Câmara de São Jerônimo da Serra

O Ministério Público do Paraná, por meio do núcleo de Londrina do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Promotoria de Justiça de São Jerônimo da Serra, no Norte Central do Estado, cumpre nesta terça-feira (25), oito mandados de busca e apreensão nas residências do prefeito afastado e do ex-presidente da Câmara Municipal de São Jerônimo da Serra, bem como em casas e escritórios de ex-servidores e na residência de um advogado.

Os mandados são cumpridos em São Jerônimo da Serra e em Sapopema no âmbito de operação que investiga crimes de associação criminosa, peculato e corrupção ativa e passiva. As investigações foram desencadeadas a partir da apreensão de um pen drive que estava em poder do prefeito afastado e no qual foram encontrados indícios de desvios, ocorridos mediante a inserção de verbas complementares nas folhas de pagamento de servidores, com autorização destes, para que, posteriormente, fossem devolvidos e repassados a vereadores em troca da obtenção de apoio político ao gestor público.

Os mandados de busca e apreensão foram emitidos pela 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Paraná e incluem a proibição de cinco investigados frequentarem a Câmara Municipal e ainda de manterem contato entre si.

paiquerefmnews.com.br

sábado, 18 de julho de 2020

MST vai doar dez toneladas de alimentos para famílias carentes

Além das marcas preocupantes de 76 mil mortos e 2 milhões de infectados pela covid-19, o Brasil enfrenta o avanço acelerado da pobreza. O país já é o "epicentro emergente" da fome extrema no mundo, por consequência da pandemia e pela insuficiência das políticas públicas federais, segundo relatório da ONG Oxfam divulgado no dia 9 de julho.
Para amenizar este cenário, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) mobiliza iniciativas de solidariedade em todo o país e também no Paraná, desde o início da pandemia. Neste sábado (18), agricultores e agricultoras integrantes de 22 comunidades do MST do norte pioneiro paranaense vão doar mais de 10 toneladas de alimentos a famílias da periferia de Cornélio Procópio.
A ação terá início às 9h, com uma benção dos alimentos realizada pelo Bispo Dom Manoel João Francisco, na Paróquia São Francisco de Assis, localizada na Vila Nossa Senhora Aparecida. Em seguida, as entregas serão feitas na Vila Santa Terezinha, Jardim Progresso, Vila Nova, Desfavelamento Ayrton Senna e Jardim Figueira. A coordenação da atividade orienta para o cumprimento das medidas de prevenção do coronavírus, como uso de máscara, álcool gel e distanciamento físico.
As sacolas que serão distribuídas a mais de 600 famílias vão carregadas da diversidade colhida das lavouras e hortas de famílias Sem Terra, fruto da luta pela terra Reforma Agrária: arroz, feijão, mandioca, abóbora, abacate, limão, maracujá, mamão, banana, tomate, farinha de mandioca e hortaliças em geral. Parte dos alimentos é produzida de forma agroecológica, sem uso de venenos e a partir de relações justas de trabalho e comercialização.
“Nós estamos nessa campanha ajudando nossos irmãos, companheiros e companheiras das cidades, principalmente das periferias, diante dessa pandemia que está tirando muitas vidas e deixando muita gente desempregada”, explica o agricultor Juvencio Rosa de Ramos, morador do Assentamento Paulo Freire, de São Jerônimo da Serra. Em todo o Paraná, 248 toneladas de alimentos frescos e industrializados em cooperativas do movimento já foram partilhados.
União solidária
A ação será fruto da união entre 22 comunidades rurais, de 7 municípios: assentamentos Paulo Freire, Dom Hélder, Roseli Nunes, Cacique Cretã, Arixiguana, Amélia, Sol Nascente, Jucape e Palmares, de São Jerônimo da Serra; assentamentos São Luís 2, Bom sucesso, Boa Esperança e a comunidade de agricultura familiar Lambari, de Sapopema; assentamentos Carlos Lamarca, Robinson de Souza, Roximim, Rosa Luxemburgo, e acampamento Carlos Marighella, em Congonhinhas; assentamento Nango Vive, que fica entre os municípios de Ribeirão do Pinhal e Jundiaí do Sul; assentamento Companheiro Keno, de Jacarezinho, e assentamento Elias de Meura, de Carlópolis.

Também se somam à ação deste sábado a Diocese e Paróquias da igreja católica de Cornélio Procópio, os Núcleos de Jacarezinho e Cornélio Procópio do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato), o Sindicato dos Bancários de Cornélio Procópio e Região, a Associação dos Negros Procopenses (Anepro) e os Vicentinos.

Redação Bem Paraná, com assessoria de imprensa

quarta-feira, 24 de junho de 2020

Senado aprova adiamento das eleições municipais para 15 de novembro


O Senado aprovou, na sessão desta segunda-feira (23), o adiamento do primeiro turno das eleições municipais de 4 de outubro para o dia 15 de novembro. Assim, a data do segundo turno passa para o dia 29 de novembro. O adiamento das eleições em seis semanas se dá em virtude do cenário epidemiológico do novo coronavírus no Brasil e a consequente necessidade de se evitar aglomerações.https://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.png?id=1310163&o=node
A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) sobre o tema foi votada em dois turnos na sessão desta terça-feira e agora segue para Câmara dos Deputados. Por se tratar de uma PEC, são necessários três quintos de votos favoráveis em dois turnos. No Senado, são 49 votos; na Câmara, 308 votos.
A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) sobre o tema foi relatada pelo Senador Weverton Rocha (PDT-MA). O relatório também confere ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a prerrogativa de definir os horários de funcionamento das sessões eleitorais, bem como eventuais medidas de distribuição dos eleitores nas sessões para minimizar os riscos de aglomeração nos dias de votação.
Data flexível em alguns municípios
O relator também atendeu a um pedido do presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, e deixou uma espécie de “janela” que dá poderes ao tribunal para fazer nova alteração na data das eleições, de forma pontual, em municípios nos quais ainda se verifiquem condições sanitárias arriscadas. Caso o adiamento, em virtude da pandemia da covid-19, for necessário em todo um estado, a autorização de novo adiamento deverá ser feita pelo Congresso Nacional. Esses adiamentos só poderão ocorrer até 27 de dezembro.
Além disso, o TSE também poderá ampliar hipóteses de justificativa eleitoral nos casos em que a epidemia não desacelere e eleitores não se sintam seguros a sair para votar. O próprio relator sinalizou positivamente sobre a possibilidade do Congresso, caso seja necessário, aprovar anistia para os que não forem votar.
Weverton passou a última semana conversando com médicos, epidemiologistas e membros do TSE, como o presidente da Corte, além de líderes da Câmara e do Senado. O Senado promoveu duas sessões de debates sobre o tema. A primeira teve a participação apenas dos senadores. Já a segunda também teve a participação de Barroso e de especialistas da área de saúde, bem como de advogados e do presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glaudemir Aroldi.
Após ouvir todas as opiniões por vários dias, Weverton finalizou seu relatório. Ele alterou a proposta original da PEC 18, que propunha a realização do primeiro turno no dia 6 de dezembro. “Essa ideia não saiu daqui do senado. Fomos provocados pela realidade que estamos vivendo. Não se trata de uma questão política, se trata de uma questão sanitária”, disse Weverton durante a sessão de hoje.
Alguns senadores apresentaram emendas para o relatório. Dentre elas, a realização do primeiro turno em dois dias, em vez de um; e a instituição do voto facultativo no Brasil. O relator rejeitou as propostas. “Tomar essa providência nesse momento poderia representar sério desincentivo à participação dos eleitores”, argumentou Weverton ao rejeitar a sugestão de voto facultativo”.
Agência Brasil

terça-feira, 23 de junho de 2020

São Jerônimo da Serra já registrou 9 casos confirmados de Dengue em 2020

De acordo com ultimo boletim epidemiológico da SESA/PR (Secretaria de Estado da Saúde) de 16 de junho de 2020, o município de São Jerônimo da Serra já registrou 22 casos notificados de Dengue, com 9 (nove) casos confirmados; sendo 03 autóctones, ou seja, contraído aqui mesmo no município, 12 descartados além de 01 em investigação.  

De acordo com boletim da SESA/PR no dia 14 de abril eram casos 22 notificados e 01 confirmado, no dia 28 de abril se manteve os mesmos 22 casos notificados, mas subiu para 9 os casos confirmados, o que se manteve até o ultimo boletim do dia 16 de junho.

Ações necessárias - O controle de endemias reforça ainda que é fundamental a ação de cada indivíduo na luta, combate e prevenção da dengue, com atitudes diárias e simples que podem coibir a proliferação do mosquito. Veja as práticas que devem ser adotadas:
Não deixar água parada, manter as lixeiras tampadas e protegidas das chuvas, fazer a troca constante de água das vasilhas dos animais, manter os pratinhos de vasos de plantas sempre limpos e com areia até a borda, verificar e limpar o coletar de água da geladeira ou ar condicionado, limpeza dos vasos sanitários, embalar bem as garrafas para descarte nas lixeiras, limpeza das calhas, descartar corretamente entulho e lixo, guardar os pneus em local coberto ou fazer furos para não acumular água, entre outros.

"LIVE SOLIDÁRIA" DO COMÉRCIO DE SÃO JERÔNIMO DA SERRA COM A DUPLA TIAGO & MATHEUS EM PROL DAS FAMÍLIAS CARENTES DO MUNICÍPIO

NO PRÓXIMO DIA 10 DE JULHO AS 20:00 HORAS SERÁ REALIZADO UMA "LIVE SOLIDÁRIA" ORGANIZADA PELO COMÉRCIO DE SÃO JERÔNIMO DA SERRA COM A DUPLA SERTANEJA TIAGO E MATHEUS, ESSA "LIVE" SERÁ TRANSMITIDA PELA PAGINA DO FACEBOOK DA DUPLA.

TODA ARRECADAÇÃO SERA EM BENEFICIO DAS FAMÍLIAS CARENTES DO MUNICÍPIO.

QUEM PUDER COLABORE, POIS QUANDO AJUDAMOS O PRÓXIMO ESTAMOS PLANTANDO O BEM, PARA DEPOIS COLHER UM MUNDO MELHOR.  

LEMBRANDO QUE O EVENTO É TOTALMENTE SEM FINS LUCRATIVOS E SEM CUNHO POLÍTICO.

domingo, 14 de junho de 2020

Vereadora Daniela anuncia em rede social que é pré-candidata a prefeita em Nova Santa Barbara

A vereadora Daniela Corsi Vicente anunciou em sua rede social que é pré-candidata a prefeita de Nova Santa Barbara, e pelo ficamos sabendo será com o apoio do ex-prefeito Júlio Bittencourt.

Vejam abaixo o que ela disse em seu post no Facebook;

"Queridos Amigos, é com muita satisfação e confiança em meu trabalho que venho comunicar que sou pré-candidata a prefeita de Nova Santa Bárbara pelo partido PODEMOS.
Todos já conhecem minha história, as lutas incansáveis em defesa dos direitos e interesses do povo barbarense, exercidas em três mandatos de vereadora.
Os compromissos seguem e mais uma eleição se aproxima, onde a democracia nos dá, novamente, o direito da escolha.
Entendo que não precisamos ficar estagnados a uma única ideia, e nem a um único formato de administração, hoje se faz necessário estarmos com a mente e os olhos abertos para enxergarmos novas oportunidades e possibilidades, inovando para os novos tempos.
A prática, a coragem, todas as experiências que vivenciei nos últimos anos, bem como o espírito de mudança me prepararam para hoje me apresentar a população de Nova Santa Bárbara como pré-candidata ao cargo de prefeita.
Não foi sozinha que tomei essa decisão, por isso, agradeço a Deus, que me fortalece e me guia em todos os momentos, a minha família e os amigos que sempre estiveram ao meu lado e me incentivaram a lutar e seguir essa grande missão."

sexta-feira, 5 de junho de 2020

Tribunal de Contas suspende licitação para iluminação de Consórcio de municípios da região

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) expediu medida cautelar que suspende a licitação do Consórcio Público Intermunicipal de Desenvolvimento do Território Nordeste do Paraná (Codenop) para locação e instalação de luminárias em LED para a iluminação pública dos municípios consorciados, por 60 meses, com fornecimento de mão de obra, materiais e equipamentos. O Codenop tem sede em Sapopema e é formado por este e mais nove municípios: Abatiá, Congonhinhas, Nova Fátima, Nova Santa Bárbara, Ribeirão do Pinhal, Santa Amélia, Santa Cecília do Pavão, Santo Antônio do Paraíso e São Jerônimo da Serra.
A medida foi tomada em razão de indícios de irregularidade em relação à utilização da modalidade pregão para licitar serviços que não são considerados comuns; à exigência de apresentação de laudos, ensaios e certificados por todos os licitantes, como condição para participar da licitação; à requisição de visto do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-PR) referente ao local da prestação dos serviços; e às exigências de cópia autenticada do programa de controle médico de saúde ocupacional, assinado por médico de segurança do trabalho, e do programa de prevenção de riscos ambientais.
A cautelar foi concedida por despacho do conselheiro Durval Amaral, em 29 de maio, e homologada na sessão virtual do Tribunal Pleno do TCE-PR realizada por videoconferência nesta quarta-feira (3 de junho).
O TCE-PR acatou Representação da Lei nº 8.666/93 (Lei de Licitações e Contratos) formulada por Paulo Roberto Marino Bellotti em face do edital do Pregão Presencial nº 2/20 do Codenop, por meio da qual apontou a existência de supostas irregularidades no certame.
Para a concessão da medida cautelar, Amaral considerou que alguns serviços que compõem o objeto da licitação não parecem, na avaliação inicial, ser adequados à modalidade licitatória utilizada, pois o artigo 1º, parágrafo único, da Lei 10.520/02 (Lei do Pregão) estabelece que o pregão deve ser utilizado exclusivamente para bens e serviços comuns.
O conselheiro ressaltou que as características da arquitetura dos sistemas de gestão e telegestão de iluminação aparentam demandar significativas exigências de ordem técnica, o que afastaria a possibilidade de padronização.
O relator afirmou, ainda, que as exigências cuja suposta irregularidade motivaram a expedição da medida liminar deveriam ser feitas apenas ao licitante provisoriamente classificado em primeiro lugar ou no momento da execução do contrato, para não comprometer a competitividade do certame.
O Tribunal determinou a intimação do Codenop, para que comprove o atendimento da medida liminar; e a citação do atual gestor do consórcio, Gimerson de Jesus Subtil – prefeito de Sapopema -; e da pregoeira Dirce de Fátima Vieira de Oliveira, para que apresentem defesa no prazo de 15 dias. Os efeitos da medida cautelar perduram até que a Corte julgue o mérito da representação.
Autor: Diretoria de Comunicação SocialFonte: TCE/PR
1

Grêmios estudantis se unem à Educação para ajudar no Aula Paraná

Os grêmios estudantis estão ajudando a Secretaria de Estado da Educação e do Esporte a tirar as dúvidas de alunos com alguma dificuldade no acesso do Google Classroom ou na hora de estudar o material impresso. A ação, que começou na região de Cornélio Procópio, está ganhando força e se espalha para mais núcleos regionais. 
Atualmente, dos 32 Núcleos Regionais de Educação (NRE) existentes no Estado, sete já trabalham em conjunto com os grêmios. São os núcleos de Ivaiporã, Apucarana, Cornélio Procópio, Toledo, Goioerê, Irati e Ponta Grossa.
A chefe do NRE Cornélio Procópio, Ana Paula Machado, conta que a iniciativa partiu dos próprios estudantes, que perceberam que alguns colegas tinham menor conhecimento na área tecnológica.
“Preocupados com isso, provocamos os estudantes para ver como podiam ajudar e eles passaram a tomar frente de algumas ações que ajudaram na melhoria da compreensão entre os jovens”, conta Ana Paula, que também já foi participante do grêmio.
Em Cornélio Procópio, no Norte Pioneiro, os gremistas passaram a ajudar em suas próprias escolas sendo monitores e auxiliando os professores no atendimento aos alunos. Com isso, diversas dúvidas sobre o Classroom e o uso dos materiais impressos foram sanadas.
FAZENDO A DIFERENÇA - No Colégio Estadual do Campo de São José do Pinhal, no município de São Jerônimo da Serra, a diretora Eliane de Fátima Soares da Silva Gobbo conta que, com a ajuda que recebe dos três monitores, consegue atender a uma grande demanda de alunos da zona rural.
“É maravilhoso ter a parceria dos gremistas. Tenho uma das monitoras que mora em uma fazenda, mas sempre se dispõe a nos ajudar. Faço questão de buscá-la no meu próprio carro e levá-la para a escola. Ela sempre se mostra muito contente em ajudar”, conta a diretora.
Quem ajuda a diretora Elaine é Leticia Bruno, do 2º ano do Ensino Médio. Ela participa do Grêmio Estudantil e ajuda tanto os colegas do colégio quanto os pais que vão até a escola para tirar dúvidas. “Sinto que estou fazendo a diferença e fazendo a minha parte. É gratificante para todos nós monitores do grêmio”, afirma.
BUSCA ATIVA - Há casos em que os próprios gremistas se oferecem para ajudar na busca ativa dos alunos que não estão acessando o Aula Paraná.
Em Apucarana, o aluno e presidente do Grêmio Estudantil da sua região, Jean Oliveira, criou uma conta no Facebook onde mantém os colegas informados sobre as aulas por meio de vídeos, postagens e repostagens de conteúdos informativos..
Em Guaíra, no Oeste, a diretora do Colégio Estadual Professor Jaime Rodrigues, Zenaide Dias Chamorro Mendes, comemora o trabalho em conjunto e afirma que os alunos com dificuldades de acesso ao Classroom e seus familiares são os maiores beneficiados dessa parceria.
 “O Grêmio aqui na região é muito ativo e eles estão mostrando uma proatividade muito grande nesse momento”, conta a diretora.
TRABALHO EM CONJUNTO - Em outros Núcleos Regionais de Educação já estão acontecendo reuniões entre a direção dos núcleos e os grêmios estudantis. A expectativa da Secretaria da Educação é que em mais regiões haja esse trabalho em conjunto.

quarta-feira, 3 de junho de 2020

NRE lança campanha para arrecadar celulares para alunos de familias carentes

O Núcleo Regional de Educação de Cornélio Procópio lançou uma campanha para arrecadar celulares para estudantes de famílias carentes. Devido a pandemia do novo coronavírus, as aulas foram suspensas e o ensino tem sido realizado online, porém, alguns alunos não têm aparelhos e não conseguem dar sequência aos estudos.
De acordo com dados do Governo do Estado, desde que as aulas presenciais foram suspensas e houve o início do ensino por meio virtuais, cerca de um milhão de alunos de escolas estaduais de todo o Paraná tem utilizado material de apoio disponibilizado pelas escolas, canais na TV aberta, plataformas online e o aplicativo Aula Paraná para acompanhar as matérias.
Apesar de serem disponibilizadas mais de uma alternativa para que os alunos estudem, os órgãos de educação explicam que todas as ferramentas são importantes para o processo de aprendizagem uma vez que uma complementa a outra.
Devido a desigualdade social em todo o país, o Ensino a Distância acaba não atendendo completamente todos os estudantes. “Não tenho celular. Por isso, realizo as atividades impressas que pego na escola de 15 em 15 dias. Se eu tivesse um celular, ia facilitar os meus estudos durante esse tempo de pandemia”, afirmou o estudante Luan Felipe Tomás.
“Não tenho celular. Por isso, realizo as atividades impressas que pego na escola de 15 em 15 dias. Se eu tivesse um celular, ia facilitar os meus estudos durante esse tempo de pandemia”, afirmou o estudante Luan Felipe Tomás.
Segundo dados do NRE de Cornélio Procópio, apenas na listagem de alunos que fazem parte do Núcleo cerca de três mil estudantes não tem um aparelho celular ou smartphone para acessar as plataformas digitais de ensino.
Diante da situação, a chefe do NRE de Cornélio, Ana Paula Machado, criou a campanha “Toque o Seu Coração” com o objetivo de arrecadar aparelhos celulares para serem doados aos alunos que precisam e dar condições para que eles possam estudar. Até o momento, a campanha já angariou 20 aparelhos, mas a meta é chegar aos 500. “Nós estamos fazendo todo o suporte para tornar a vida desse aluno mais fácil”, afirmou Ana Paula.
A técnica pedagógica Maria Helena Mattos deu exemplo e doou um celular que não estava utilizando para um aluno. “Tem muitas pessoas que têm um celular na gaveta em casa. E a gente tem condições, às vezes, é um probleminha tão simples que dá para consertar com baixo custo. Então, por que não doar? Isso não é um ato de amor?”, disse Maria Helena.
As doações podem ser realizadas no Nucleo Regional de Educação de Cornélio Procópio situado a Av. Minas Gerais, 453, Cornélio Procópio – PR, 86300-000. O contato também pode ser feito através do número (43) 3520-5101.
Ao todo, o NRE de Cornélio atende as cidades de Assaí, Bandeirantes, Congonhinhas, Cornélio Procópio, Itambaracá, Jataizinho, Leópolis, Nova América da Colina, Nova Fátima, Nova Santa Bárbara, Rancho Alegre, Santa Amélia, Santa Cecília do Pavão, Santa Mariana, Santo Antônio do Paraíso, São Jerônimo da Serra, São Sebastião da Amoreira, Sertaneja e Uraí.

terça-feira, 2 de junho de 2020

Prefeito em exercício de São Jerônimo da Serra assina contrato com empresa para realização da coleta de lixo

Na tarde desta terça-feira (02) o Prefeito em exercício de São Jerônimo da Serra, Sidney Navarro Junior, assinou o contrato com a empresa Sanetran Saneamento Ambiental Eireli, para a coleta, transporte e destinação final de resíduos sólidos domiciliares e não recicláveis do município.

A empresa iniciará as atividades no município no próximo dia 17 de junho, como acordado na reunião desta tarde, já que ainda tem algumas questões técnicas a serem feitas pela empresa para o inicio da coleta. Vale lembrar que a nova empresa responsável pela coleta do lixo passou por avaliação técnica, análise de capacidade de operação e documentos jurídico como prevê a Lei de Licitações.

A coleta será realizada na sede do município e nos distritos, conforme cronograma que sera realizado e disponibilizado a população nos próximos dias.


 

sexta-feira, 29 de maio de 2020

Compra Direta atende 527 famílias de pequenos agricultores no Norte Pioneiro

O Governo do Paraná vai investir mais de R$ 1 milhão na compra de alimentos da agricultura familiar de cooperativas e associações de 13 cidades do Norte Pioneiro. Ao todo, são 527 famílias atendidas na região, confirmou nesta sexta-feira (29) o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), que representa a mesorregião na Assembleia Legislativa.
“O Compra Direta permite que o Estado compre, de forma emergencial, gêneros alimentícios destinados à restaurantes populares, cozinhas comunitárias, bancos de alimentos e hospitais filantrópicos, entre outros”, explica o deputado.
São R$ 20 milhões do Fundo Estadual de Combate à Pobreza no programa, que vai atender a grande variedade de produção da agricultura familiar. “O Compra Direta garante o fornecimento e a substituição de itens em decorrência de problemas climáticos, logísticos ou de sazonalidade e representa um incremento na renda do pequeno produtor rural paranaense”, destaca.
Romanelli lembra que o programa foi adiantado em função da pandemia do coronavírus. E acrescenta: “Serão atendidos também os Cras (centros de referência em assistência social) e os Creas (centros de referência especializados de assistência social), que poderão disponibilizar alimentos na forma de cestas básicas diretamente à população vulnerável”.
Economia — Em todo o Estado, 148 cooperativas e associações da agricultura familiar foram classificadas no programa coordenado pela Secretaria Estadual de Agricultura. No Norte Pioneiro são 13 as entidades classificadas dos municípios de Bandeirantes, Cambará, Ibaiti, Jacarezinho, Japira, Rancho Alegre, Ribeirão Claro, Ribeirão do Pinhal, Santo Antônio da Platina, São Jerônimo da Serra, Sertaneja, Siqueira Campos e Wenceslau Braz.
Juntas, essas entidades vão adquirir os produtos de 527 famílias, totalizando mais de R$ 1 milhão de investimentos. São Jerônimo da Serra é a cidade com o maior número de famílias beneficiadas: 71.
Por meio da Cooperativa da Agricultura Familiar de São Jerônimo da Serra, cada família poderá comercializar o valor de até R$ 1.775,24, totalizando R$ 126.042,04 destinados pelo programa.
Já o maior valor agregado, por família, é de Ibaiti. No município, 21 famílias que dependem da agricultura familiar vão fornecer os produtos para a Cooperativa de Produção Orgânica da Agricultura Familiar do Norte do Paraná. O montante destinado ao município é de R$ 357.411,39, o maior dentre todos os 13 da região atendidos pelo Compra Direta.
Mais recursos — O deputado Romanelli lembra ainda que, além dos 13 municípios do Norte Pioneiro, outros quatro que por ele são representados na Assembleia Legislativa também vão receber valores expressivos para incentivar a agricultura familiar.
Moreira Sales, Colombo, Querência do Norte e Rebouças vão receber juntos R$ 2.275.322,50, que vão beneficiar 395 famílias. Destaque para os 145 produtores de Querência do Norte, que juntos vão receber R$ 2.057.529,70 (R$ 14.189,86 para cada família).
Os produtos serão comercializados por meio da Cooperativa de Comercialização e Reforma Agrária Avante. Ao todo, 922 produtores dos 17 municípios citados terão a oportunidade de comercializar R$ 3.310.453,03 por meio do Compra Direta.
“São recursos que garantem a sustentabilidade da agricultura familiar, por meio de um programa que garante a permanência do homem no campo e dá a ele condições de investir na produção, com a qualidade e eficiência de sempre”, disse Romanelli.
De: News Deprima

quinta-feira, 21 de maio de 2020

São Jerônimo da Serra e mais 13 municípios do Paraná entram em situação de calamidade pública

A Assembleia Legislativa aprovou nesta quarta-feira (20) mais um projeto de decreto legislativo para reconhecer o estado de calamidade pública em mais 14 municípios do Paraná, em razão dos efeitos econômicos causados pela pandemia do coronavírus. 

O texto já segue para promulgação do presidente da Casa, Ademar Traiano (PSDB). No projeto de decreto legislativo 11/2020, estão contemplados os seguintes municípios: Colorado, Congoinhas, Goioerê, Imbituva, Kaloré, Mandaguari, Mangueirinha, Moreira Sales, Pontal do Paraná, Rancho Alegre, Salto do Itararé, São Jerônimo da Serra, Saudade do Iguaçu e Uraí. Com isso, o Paraná passa a ter 273 de seus 399 municípios em situação de calamidade pública. 

A situação de calamidade pública permite que as cidades tenham menos amarras nas contas públicas. Ficam suspensas as restrições decorrentes de eventual descumprimento aos limites de despesa com pessoal e de dívida consolidada. O cumprimento de resultados fiscais e a obediência a limites de empenho também ficam dispensados.

Leia mais em: https://www.gazetadopovo.com.br/parana/breves/casos-confirmados-coronavirus-boletim-sesa-21-05-2020/

Copyright © 2020, Gazeta do Povo. Todos os direitos reservados.

sexta-feira, 8 de maio de 2020

1.424 famílias podem receber vouchers do Comida Boa em São Jerônimo da Serra e 76 mil famílias no Norte Pioneiro

Mais de 76 mil famílias poderão receber o voucher de R$ 50,00 do programa estadual “Comida Boa” nas 46 cidades do Norte Pioneiro, informou nesta quinta-feira, 7, o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) que representa a mesorregião. “É uma boa ação do Estado, aprovada na Assembleia, que complementa por três meses os R$ 600 do auxílio emergencial federal. Mais de um milhão de famílias – até cinco milhões de paranaenses têm direito a receber o benefício”, disse Romanelli.
“Cada prefeitura divulgará a forma de acesso do benefício que tem a possibilidade ser prorrogado. As dúvidas e consulta sobre os estabelecimentos cadastrados podem ser feitas através do www.cartaocomidaboa.pr.gov.br“. completou Romanelli.
Algumas prefeituras já estão recebendo os vouchers e definindo como será a entrega. “A principal recomendação é para evitar as aglomerações. O contato com o beneficiário, geralmente cadastrado no Cras (centro de referência de assistência social), está sendo feito por telefone. E um grupo de servidores municipais e voluntários podem ajudar na entrega. Pelo menos é que algumas prefeituras estão fazendo”.
Os beneficiários poderão usar o cartão nos mercados credenciados pela Secretaria Estadual de Agricultura. O acesso será por meio de um voucher com QR Code, para evitar falsificações, e o programa é destinado a famílias mais vulneráveis. A base de beneficiários é o cadastro único (CadÚnico) dos programas. A concessão é exclusivamente para compra de produtos da cesta básica e os recursos são do Fundo Estadual de Combate e Erradicação à Pobreza.
O programa limita a dois membros da mesma família o recebimento do vale e abre espaço para que a pessoa provedora de família monoparental (apenas um dos pais arca com as responsabilidades) possa requerer o recebimento de duas cotas do auxílio emergencial, independente do sexo, se cumprir os requisitos básicos do programa.
Quem pode receber – Grande parte dos beneficiários atua no setor informal, constituído por trabalhadores domésticos, babás, carrinheiros, vendedores ambulantes, autônomos de serviços gerais de baixa renda, sem acesso à aposentadoria ou licença médica.
Também são considerados economicamente vulnerabilizados o microempreendedor, o contribuinte individual da previdência social e o trabalhador informal, de qualquer natureza, inscrito no CadÚnico.  
Podem receber o benefício, maiores de 18 anos, sem emprego formal, com renda familiar mensal per capita não superior a meio salário mínimo ou renda familiar mensal total que não exceda três salários mínimos, e que não são titulares de benefício previdenciário, seguro-desemprego ou programa de transferência de renda, ressalvados os beneficiários do programa Bolsa Família.
Entende-se como renda familiar a soma dos rendimentos brutos de todos os membros da família (um ou mais indivíduos), eventualmente ampliada por outros indivíduos que contribuam para o rendimento ou tenham suas despesas atendidas por aquela unidade familiar, todos moradores em um mesmo domicílio.
Famílias que podem receber voucher no Norte Pioneiro
Abátia (1.064 famílias), Andirá (2.407), Assaí (1.832), Bandeirantes (3.742), Barra do Jacaré (452), Cambará (4.249), Carlópolis (1.964), Congonhinhas (1.549), Conselheiro Mairinck (694), Cornélio Procópio  (2.988), Curiúva (2.381), Figueira (1.429), Guapirama (799), Ibaiti (3.778), Itambaracá (721), Jaboti (672), Jacarezinho (5.156), Japira (825), Jataizinho (1.712), Joaquim Távora (1.294),  Jundiaí do Sul (787), Leópolis (554),  Nova América da Colina (737),  Nova Fátima (1.176),  Nova Santa Barbara (791),  Pinhalão (1.033),  Quatiguá (1.055),  Racho Alegre (594),  Ribeirão Claro (1.572),  Ribeirão do Pinhal (2.868), Salto do Itararé (978), Santa Amélia (700), Santa Cecilia do Pavão (646),  Santa Mariana (2.202),  Santana do Itararé (8 59), San to Antonio da Platina (5.578),  Santo Antonio do Paraíso (348),  São Jerônimo da Serra (1.424),  São José da Boa Vista (2.298),  São Sebastião da Amoreira (1.250),  Sapopema (1.062),  Sertaneja (626),  Siqueira Campos (2.292) Tomazina (1.165), Uraí (1.454) Wenceslau Braz (2.754). Total: 76.511 famílias.Área de anexos

terça-feira, 28 de abril de 2020

Uso de máscara em locais públicos é obrigatório em todo o Paraná

O governador Carlos Massa Ratinho Junior sancionou nesta terça-feira (28) a lei 20.189/20 que torna obrigatório o uso de máscara em ambientes coletivos em todo o Paraná. O objetivo é reduzir os riscos de contágio do novo Coronavírus. Até segunda-feira, o Estado registrava 1.186 casos confirmados e 75 óbitos por Covid-19. Quem descumprir a legislação estará sujeito à multa.
O texto, proposto por deputados estaduais, determina que a população use máscaras de tecido em espaços abertos ao público ou de uso coletivo, como ruas, parques e praças, estabelecimentos comerciais, industriais e bancários, repartições públicas, assim como no transporte público de passageiros (ônibus, trens, aviões, taxis e aplicativos de transporte) e onde houver aglomeração de pessoas.
De acordo com o governador, o isolamento social é a melhor forma de prevenção, mas quem precisar sair de casa, a partir de agora, deverá usar máscara para ajudar a evitar a contaminação. “Nosso grande desafio é reduzir a proliferação do vírus”, explica.
Ratinho Junior reforça que o Paraná está respeitando as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e das autoridades sanitárias do País e do Estado para conter a proliferação da Covid-19. “O uso de máscara é uma atitude importante e reconhecida como ação preventiva”, acrescenta.
PARCERIA - O chefe da Casa Civil, Guto Silva, destaca a parceria entre os poderes no enfrentamento ao coronavírus. Na semana passada, o governador já havia transformado em lei uma proposta assinada por todos os deputados estaduais, proibindo o corte do fornecimento de luz, água e gás enquanto durar a pandemia de coronavírus no Estado.
“Estamos vivendo um momento único, diferente de tudo o que já passamos, e o governo e os deputados estão unidos no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus”, afirma Guto Silva, reforçando a importância da nova legislação para a prevenção de toda a sociedade.
O QUE DIZ A LEI - A lei sancionada nesta terça-feira determina que os estabelecimentos em funcionamento devam fornecer gratuitamente as máscaras para seus funcionários, além de locais para higienização das mãos ou pontos de álcool gel a 70%. O álcool gel deve estar disponível também para os clientes e o público em geral.
Caberá aos estabelecimentos exigir que as pessoas utilizem máscara durante o horário de funcionamento, independentemente de estarem ou não em contato direto com o público.
A multa para quem descumprir a lei varia de uma até cinco Unidades Padrão Fiscal do Paraná (UPF/PR), para pessoas físicas, e de 20 a 100 Unidades Padrão Fiscal do Paraná (UPF/PR), para pessoas jurídicas. A unidade fiscal equivale hoje a R$ 106,60.
Em caso de reincidência os valores poderão ser dobrados. Os recursos das multas serão destinados às ações de combate à Covid-19. O governo estadual deverá editar decreto nos próximos dias regulamentando a forma de fiscalização.